sábado, outubro 30, 2004

"Subbacultcha"

Tenho ferido susceptibilidades, e acreditem, amigos (?), não é essa a minha intenção.

Simplesmente creio que nesta subcultura alternativa em que tentamos expressarmo-nos da melhor forma que sabemos e conseguimos. Há em cada um de nós um pensamento muito próprio de profeta, de buda, de deus, de alma iluminada.

Não nos podemos é deixar embaracar na brejeirice vigente nas televisões actuais, aquela que nos entre no cérebro e empasta as sinapses. Continuaremos a seguir o nosso caminho, um mais apartados que outros, mas fá-lo-emos juntos. Mas com humildade; essa humildade própria de quem agora começa a descobrir o caminho nestes meandros tortuosos e maquiavélicos
que são a vida.

Denoto em nós, se é que me posso considerar parte do clã, um espírito altamente matemático e incisivo, mas que se perde muito em palavras que leigos dificilmente compreenderão. Deixo-vos com um pensamento, para futuros posts, de um prémio nobel da economia: "Small is Beautiful". Algo que deverá acompanhar os nosso futuros posts, creio.

(Que déja vu enorme, acabei de escrever um post igual a outro para outros blog. esta malta anda cá com um ego. Chiça.)

Sem comentários: