sábado, janeiro 29, 2005

Mereces um murro bem dado

Desligado tenho andado eu das lides dos blogs; mas no momento em que me decido a voltar dou de caras com a maior das anormalidades deste blog. Nada tenho com os outros membros, hoje é só com um, que merece todo o meu desprezo e merda. Nem sequer tenho insultos suficientes para te dirigir.

A pessoa de que falo é Vlad Tepes IV. E porquê eu o considero a maior anormalidade e abjecção deste blog?
Porque ao invés de respeitar a história, goza com ela. Auschwitz não é motivo para brincadeira e quem, como tu, faz piadas parvas de um campo de concentração, por acaso aquele que mais pessoas matou - os números ascendem a mais de um milhão - é porque é mesmo uma criança que não sabe medir as palavras.

Naturalmente, na tua cabecinha atrasada, foi tão longe que não importa, mas tu não nasceste num país em que cerca de noventa por cento da população esteve nesse campo de concentração, ou então os familiares estiveram. É de quem não percebe a história, ou então por mero gozo, resolve brincar com ela. Não sei se te ensinaram, mas há coisas com as quais não se brinca. Não que eu seja judeu, mas porra, eram pessoas, pessoas como o próximo. Pior, publicas a merda do post em duplicado. És mesmo anormal. Vê se cresces, bem precisas.

2 comentários:

A Fénix de Schroedinger disse...

A isto se chama um comentário.

w' disse...

'Não sei se te ensinaram, mas há coisas com as quais não se brinca.'
Já agora faz lá uma lista, pá gente saber.