segunda-feira, março 21, 2005

Porque sim

Nota: estou a escrever num teclado alemao; qualquer ausencia de sinais é fruto do sítio onde me encontro.


A verdade é que vós sedes verdadeiros atrasados mentais. A verdade é que publicar um post com essas imagens é típico de quem mais nao tem que fazer da vida. A verdade é que a vossa vida deve ser tao entusiasmante como um vómito de bílis. A verdade é que voces, sem dúvida alguma sao rebarbados do I.S.T.. Embora todas estas coisas sejam verdade, outra de extrema importancia também o é: a minha prolongada ausencia.

Sei que dificilmente sobrevivem sem a minha colaboracao e acidez de comentários, mas felizmente a minha vida nao se resume a isto, como a vossa. Encontro o blog exactamente como o deixei: pucos posts de verdadeiro interesse, o Joao Vasco à volta com as suas coisas, as raparigas sem dar sinal de si, os outros - um post aqui, outro post ali - e o Burnay feito cagao a chatear toda a gente. Raios te partam, niguém te soube oferecer uma corda para te enforcares? Nao?! Caramba, faz-te homem e compra uma! Como podes reparar, escrevo mais um post quase única e exclusivamente para ti. E porque? Aha!, porque de todos os escrotos malcheirosos que pulam neste blog, tu és aquele a quem eu dedico o maior ódio. nao sei porque, porque nao gosto do teu nome, porque acho pretensioso o "Y" no fim, porque hás-de ser xaroles.

E bem vistas as coisas, como nada mudou, eu faco um esforco para voltar muito atrás na minha evolucao e desco um pouco ao vosso nível, para vos nao confrontar com todas as mudancas que podiam ferir ainda mais o vosso minguado cérebro. Fica mais um post na linha antiga de publicacoes. Havemos de nos encontrar.
Tarados, freaks.

Sem comentários: