domingo, abril 24, 2005

Enfim...

Antes gordo, Buda e fresco que caga rente como metro e meio e uma só sobrancelha de um lado ao outro da cara.

Enfim, suponho que para muitos essa seja uma receita deveras boa. No entanto permite-me alguns reparos: essa receita não é muito boa para o hálito, já viste a quantidade de cebola e alho. Depois não dizes como elaborar o recheio. Assim é feio, acho que todos temos direito a poder cozinhar um Buda à vontade.
No entanto não deixa de ser uma receita interessante. Se alguma vez encontrar um Buda, espero não me esquecer de o comprar para cozinhar.

Próximo volume, como cúzinhar um Burnay, espécimen raro e ofensivo para o toque palativo.

Sem comentários: