sábado, outubro 29, 2005

Estou abalado

Hoje, durante a minha meditação, ocorreu um sismo que na escala logarítmica de Richter atingiu a magnitude -infinito. Um sismo zen. Um terramoto pipista.

Estou à espera do tsunami.

sexta-feira, outubro 28, 2005

A mãe pipista

Crescei e Dividi-vos!

Cortesia do forum do nationstates:

Deus vai ficar muito espantado. Mal sabia ele que o pessoal ia levar o "crescei e multiplicai-vos" a sério.

Deus: Bem, isto foi fixe. Vou à máquina buscar um Guaraná.
*volta depois de uns milénios*
Deus: Meu _Deus! Há 6 mil milhões!

Esta tenho de manter no original:

Damn, and all this time I thought "be fruitful and multiply" meant I should be a gay mathemetician. For a long time, I thought I was a sinner for being attracted to the opposite sex, and that marriage was the eventual punishment for that sin. Which makes the "no gay marriage" rule make sense. Why punish those who aren't sinning?

Fazer o Pipismo

O Pipismo faz-se sobretudo nas boas oportunidades,
Image hosted by Photobucket.com

Aveiro, Bragança, Coimbra

Ovar Setúbal

Porto Ovar Bragança Rossio Evora Setúbal

Tavira Rossio Aveiro Bragança Aveiro Lisboa Horta Aveiro Dafundo Ovar Rossio Evora Setúbal

Dafundo Aveiro

Nazaré Evora Tavira Coimbra Aveiro Bragança Ovar

Tavira Êvora Maria

Dafundo Evora

Unidade Setúbal Aveiro Rossio

Unidade Maria

Aveiro Lisboa Faro Aveiro Bragança Evora Tavira Ovar

Maria Evora Setúbal Maria Ovar

Evora Setúbal Tavira Únidade Porto Itália Dafundo Ovar!!

Correcção

Afinal a Pancrácia é mesmo o Justino. É favor fingir que está tudo na mesma.
As Revelações de Justino vêm aí!

terça-feira, outubro 25, 2005

Metropolis

O Super-Homem disfarçava-se de Clark Kent usando um par de óculos. Ninguém reconhecia o Clark Kent como sendo o super Homem, devido aquele par de óculos que ele usava.
Lois Lane, no entanto, quando vê Clark tirar os óculos, observa as semelhanças entre a sua cara e a de Super-Homem (são a mesma), e começa a desconfiar que Clark Kent e Super Homem, já quem sem óculos partilham as mesmas feições, são uma e a mesma pessoa. Genial! Todos sabemos que as suspeitas de Lois se confirmam, e uma bela história de amor nasce entre os dois.

Há quem tenha sugerido que os óculos de Clark Kent eram "óculos mágicos" com a habilidade de transfigurar as caras de quem a usa. Mas todos os que viram o filme sabem muito bem que a cara de Clark Kent é a mesma do que a do Super-Homem, só que com óculos. Esta teoria deve portanto ser desacreditada.

A verdadeira explicação de tudo isto é óbvia: todos nós temos no cérebro uma secção dedicada ao reconhecimento de caras. Em Metropolis, criou-se um micro-clima favorável à propagação de uma mutação genética que afecta essa secção do cérebro. Assim sendo, os habitantes de Metropolis reconhecem como familiares caras exactamente iguais aquelas que já viram ou conheceram. É possível portanto observar estes diálogos nessa cidade:

mulher1: Vem querido, dá-me um beijo!
homem1: Não! Tu não és a minha mulher! Eu sou casado (pela Igreja Felgeirista dos últimos dias, ainda por cima!)
mulher1: Que idiota, pá! Eu apenas pús baton.
homem1: Não me enganas! Queres enganar-me!
mulher1: Raios! Não funcionou.
homem1: A minha mulher muda de cara quando põe baton, mas fica com uma cara diferente dessa!
mulher1: Ela já experimentou pintar o cabelo de azul, como nas BDs do Super-Homem?
homem1: Não.
mulher1: Ah!Ah! Para a próxima já sei!

Ou então:
homem2: Querida ajuda-me! Caí da bicicleta e feri a cara!
mulher2: Que é do meu marido? Que lhe aconteceu?
homem2: Sou eu querida! Magoei a minha cara! Estou a sangrar.
mulher2: Desapareça! Nunca o vi! Que é feito do meu marido? Como pode ter desaparecido assim? O que é que você lhe fêz???? Não sabe com quem se meteu! Ele era pastôr da igreja Felgueirista dos últimos dias!

Note-se a dificuldade no reconhecimento da voz, que também afecta os habitantes de Metropolis. Os mais espertos levam sempre um bigode postiço no porta-luvas para escaparem às multas de trânsito.

A gripe das aves

Todos nós estamos familiarizados com o problema: o fim dos tempos vem aí, as pessoas gritam de aflição, de revolta, de dôr. Entre as frases proferidas nestes momentos extremos, a respeito da calaminade civilizacional que se abate sobre o mundo ocidental - a gripe das aves - contam-se:

«Isso das aves não tem nada a ver com as galinhas» - vendedor de galinhas num mercado de Espinho

«Os patos vão para o bosque e depois apanham a gripe das árvores» - camionista no parque municipal de S. João da Pedreira

Muita especulação rodeia toda esta problemática. Há quem creia que a gripe das aves é mais uma jogada asquerosa na pérfida estratégia pipitista de controlo. Há quem creia que é um «golpe de génio purificador» na brilhante estratégia Pipista de elevação civilizacional. Há quem creia que as aves têm gripe. Recentemente recebemos esta mensagem no nosso correio do leitor:

«Maravilhosos, Deslumbrantes, Magníficos e Excelentes Pipistas:

A vossa glória é infinita, e é por isso que este humilde fã e dicípulo que quer trilhar os caminhos do Pipismo, mal se sente digno de vos dirigir a palavra. Por isso optei pelo e-mail.
Vós sois o Sol da minha vida, preciso tanto de vós como a comida precisa do Sal. Nem só de pão vive o homem, mais vós sois o Pão da minha alma. Sem descobrir o Pipismo eu era um mero escaravelho insignificante e patético, enquanto que agora apenas o sou quando me comparo convosco, ó guardiões da civilização, do moral, dos bons costumes, da tecnologia, e do mundo que há-de vir.
E por essa augusta razão que me dirijo às vossas mais que magnânimes presenças, tendo como objectivo a colocação de uma dúvida que me asola o espírito:

No outro dia, fui comer a casa da minha Avó Teresinha. A comida era Franguinho com batatinhas, que ela cozinha tão bem. A sopa era Caldo Verde (gosto tanto de caldo verde!). A minha Avó pôs picante no franguinho, porque ela sabe que eu gosto muito de picante (mas sem exageros). O problema é que ela fica muito ofendida e zangada quando eu não como tudo o que está no prato. Então, para ela não ficar triste, comi o franguinho todo, mesmo sabendo disto da gripe das aves. Mas recusei-me terminantemente a repetir, apesar de ela ter insitido PI vezes (estou a brincar, ela insistiu três vezes, mas não resisti ao trocadilho). A pergunta que eu vos queria colocar é: vou morrer?»


Resposta: sim.

segunda-feira, outubro 24, 2005

As Revelações de Pancrácia

Naquilo que é um furo jornalístico sem precedentes, a nossa já conhecida AGÊNCIA PIPISTA descobriu uma civilização paralela na qual o Pipismo deposita agora todos os seus sonhos e ambições. A investigação fica, pois, aqui registada para quem tem falta de leitura a par de uma tremenda falta de bom gosto.

A sra. Pancrácia, desaparecida há 20 anos, foi encontrada este fim-de-semana pelas autoridades. Estava em estado de choque e terrivelmente flatulenta. «MMfmmgfhfm», disse o responsável sanitário antes de tirar a máscara. «A sra. Pancrácia está de saúde mas apresenta sinais críticos de sub-nutrição, apesar de estar gorda que nem uma vaca!» O detalhe pipista chamou de imediato a atenção do nosso enviado especial: sub-nutrição leva hífen? O silêncio das autoridades é deveras comprometedor...

E quem é a sra. Pancrácia? Pancrácia Anacleta Pevide Vacondeus é natural de Ranholas, tendo desaparecido aquando de uma excursão à capital. Os vizinhos deram de imediato pela falta de Pancrácia na hora da partida. «Quem? Pancrácia? Olhe, agora que me diz, sim, é capaz de haver uma Pancrácia lá na minha rua... Ou então um Justino.», disse um ranholense. Depois da visita da excursão ao Mosteiro dos Jerónimos, o grupo de aventesmas geriátricas da Casa de Repouso Ranholense "Legalize" foi lambuzar-se para o ex-libris de Belém, os "Pastéis de Belém", ali para os lados de Belém. Olha, é ao pé do Palácio de Belém.

Depois do repasto e de um sereno retorno a 250 km/h de regresso às suas jaulas, os responsáveis pelo lar deram pela falta de Pancrácia. «Mas qual Pancrácia, homem! Já lhe disse que não há cá Pancrácia nenhuma, nem nunca houve! Ah, a não ser na rua do sr. João... Olhe que é capaz é, sim senhor! O Justino, não é?». A partir daí nunca mais se soube da pobre idosa ranholense, até ao passado fim-de-semana.

Pancrácia apareceu na rua de Belém, a deambular em farrados, semi-nua, apresentando pelo menos um sintoma de obesidade mórbida - obesidade. E tinha um aspecto mórbido... Chiça que a gaja é gorda!! Parecia um (censurado). Babava-se incontroladamente e de quando a quando soltava um aerossol intestinal que punha os cães da freguesia num raio de 5 km a uivar em uníssono. Alguns bandos de pombos morreram, o que levou a Inspecção Sanitária a ocorrer ao local, suspeitando de gripe das aves. «Afinal era só uma velha gorda», disse em comunicado à imprensa. «Só, é maneira de dizer. Que aqueles peidos eram imorais!»

Depois de recuperar do choque, Pancrácia começou a falar. «Liberdade! Liberdade!» gritava. A sra. Pancrácia desbobinou tudo o que tinha a dizer e quando acabou colapsou, desintegrando-se, e espalhando pela rua uma estranha papa branca, que veio a saber-se mais tarde tratar-se de nata pura, pasteurizada.

E o que revelou Pancrácia? Todos nós nos abismamos ao contemplar a grandiosidade das galerias dos Pastéis de Nata. Mas tudo aquilo não é nada comparado com a realidade oculta, a ser verdade o que nos foi revelado pela sra. Pancrácia.
Vou agora modificar ao de leve o meu estilo literário para transmitir quiçá um pouco melhor a sensação que tive ao conhecer As Revelações de Pancrácia...

DE MAGNO SPLENDOR NATA

PREFÁCIO

Que, arremessando assim sem redenção possível para as profundezas do abismo a sua alma imunda, não especule o ímpio mortal, na sua ignorância desprezível, acerca do que só os deuses congeminam nas alturas da sua santidade. Pois que no dealbar do Cosmo segredos se estabeleceram que por séculos se mantiveram, longe da mancha humana, na paz do desconhecido. Foi, pois, desígnio do Criador de todas as criaturas, que outras naturezas se fizessem, para O honrar e glorificar. E foi também seu desejo que estas coisas não lhe fossem reveladas, com símbolo do seu pecado, até que o tempo chegasse. Saiba, quem lê estas palavras, que à Treva somente está condenado todo o homem.

TOMO PRIMEIRO.

Da GÉNESE do PASTELÓFAGO.

Disse-o Simplício Ptolomaico da civilização pastelécia que "outra naum ha que a supere em sciencia, e no conhecimentos das cousas dos homens e das gentes, e nas artes da guerra, e de outras virtudes que se achem e sobre as quais se possam comparar, nenhuma outra ha sido descoberta." Tais nobres qualidades se devem ao centro sobre o qual orbita esta sociedade. O pastelófago nutre a filosofia dos sábios e incute-lhes a moral necessária à regência do povo. Este deve-lhes tudo e tudo fará que obeceça aos seus nobres desígnios pois que "o que naum foi abençoado com a santidade do
pastellofagus naum merece a vida nem taum poco a piedade dos homens." O Sagrado Segredo Alquímico foi outrora investigado pelos primeiros pastelécios aos quais pelos deuses foi revelado. Foi Pastélio, aliás Pastélis, aliás Pastellonium, o grande rei dos pastelécios, quem se provou digno, por pelejar contra os impuros, de subir ao Monte para das mãos do Senhor receber o Açúcar Sagrado. O conhecimento dessas propriedades está na origem da sua superioridade e mantém-se nas castas mais altas da hierarquia pastelécia. O nome do Real Segredo não deve ser jamais pronunciado pela prole. Aos membros menos dignos das castas superiores está reservado somente poder de invocar o PI, que é a porta para a Revelação.

TOMO SEGUNDO
Da HISTÓRIA dos PASTELÉCIOS

Foi no interior do Monte da Vida que os primeiros pastelécios se vieram a fixar. Depois de ter recebido o Açúcar Divino, Pastélis ofertou em holocausto a sua filha, Canélia. Das cinzas do corpo da Virgem nasceu a Árvore do Saber, cuja casca perfumada é sagrada para os pastelécios. Pastellis, o Primeiro, é o presumível autor do LIVRO DO PI que se perdeu depois da Primeira Guerra do Pi. O seu conteúdo foi preservado por alguns magos e alquimistas que tentaram, sem sucesso, recuperá-lo. Diz-se que Pastellis é o Primeiro Pipista, ainda que disso não haja certezas. É pois possível que o Pipismo seja obra divina e não de Pastellis.

POSFÁCIO
Adverti o ímpio e o nobre, o puro e o pecador, a virgem e a meretriz, que não verdade senão a que o Pi revela. Tremei, povos, sob o braço de Pastélio.
Esta foi a revelação de Pancrácia. Pancrácia, antes de explodir, entregou-me uns papéis - em breve publicarei o Grande Livro de Pastélio, que, reza a lenda, foi escrito pelas mãos dos magos depois da Primeira Guerra do Pi. Revela parte da história do Pipismo, uma filosofia mística que ainda vou ter de investigar. Explica ainda como nasceu Pastélio e qual a sua história. Foi só lendo o Grande Livro de Pastélio que fiquei a saber, sem margem para dúvidas, o Fabuloso Destino de Pancrácia, que se não perceberam, ainda não conhecem. Mas vocês leram isto de todo?!?!

A pedido de alguns

É suposto não falarmos muito do

BUDA

porque o Pipismo tem mais para oferecer. Assim, o

BUDA

vai passar despercebido por uns tempos.

PS:

BUDA

O que está escrito, escrito está

As profecias do Pipismo são para levar muito a sério.
_Deus escreveu, concretizou-se.

NFSEB!

Assim vale a pena!

Cuidado para não constipar o bichano...

sábado, outubro 22, 2005

Pipismo em Copenhaga

O Pipismo esteve no ar hoje no quinquagésimo aniversário do festival eurovisão da canção!

Os compositores e intérpretes de um dos nossos hinos ganharam o magnífico 1º lugar com outro dos seus temas: waterloo

Pi vivas para os ABBA

Viva
Viva
Viva
V

proposta de criação do Alto Comissariado para a Protecção dos Recém-Encartados e Originalidade nas Metáforas

Cá está ela.

sexta-feira, outubro 21, 2005

Eu quero ou não quero ser pipista

Piparabéns ao Pipismo

Recordação do memorável repasto, fica aqui a memória de um pibolo
Image hosted by Photobucket.com

Beijos & abraços
Beijos & abraços
Beijos & abraços
Beij

EUA vs China CDXIX - O conflito PiPista

A Guerra Fria PiPista:

"...the United States and other countries would like to know why the Chinese government has understated its defense spending. He mentioned no budget figures, but the Pentagon said last summer that China may be spending $90 billion on defense this year - three times the announced total."

Os meus nºs apontam para mais para 3.141593 vezes, mas com uma certa margem de erro. Mas há mais:

"...Pentagon budget for the year is $419 billion, not including $50 million that Congress is likely to add [for the war in iraq, afghanistan and the war on terror worldwide.]"

Eu fico curioso: 50 mil milhões eles dizem para que é, 419 não dizem...
Mas isto ainda é mais PiPista (PiPitista, na minha opinião) se considerarmos isto:

Washington -- Considering total trade of goods (exports and imports), China became the United States' third-largest trading partner in 2004 at $231.4 billion, behind only Canada and Mexico and well ahead of the fourth-largest partner, Japan, according to the U.S. Department of Commerce.

E o reverso da moeda:

"[China's] Exports - partners:
US 21.1%, Hong Kong 17%, Japan 12.4%, South Korea 4.7%, Germany 4% (2004)
Imports - partners:
Japan 16.8%, Taiwan 11.4%, South Korea 11.1%, US 8%, Germany 5.4% (2004)"

Consequentemente, um ataque de um ao outro era o colapso de ambas as economias.

Acusações dos EUA à China. Manobras navais ao largo de Taiwan. Que fantochada. PiPitistas, PoliPiPipuputiraniamistas, sempre a contar estórias de embalar aos carneiros a que chupam o sangue.

Uns e outros, 'tão todos ao mesmo.

Fico revoltado, é claro que fico revoltado!

Viva a RPPP!

quinta-feira, outubro 20, 2005

Desilusão

Desilusão, tristesa, sofrimento, dôr.

Falsidades, e hipocrisias. Um código de linguagem, em que os subentendidos não ficam ditos.

E perguntas que queria fazer e não fiz.
Como se este palhaço não estivesse cheio de curiosidade.

Mas se tiver nova oportunidade, vai ser tudo igual ao que foi.

ºggj~rehõijhftmºtwkºljwº~çjhaçº~jadfhçfj.

É a força do Pipismo!

quarta-feira, outubro 19, 2005

Babel Fish: novamente a bombar no Pipismo

Quando a tinta e a pena nas mãos dos homens inscreveram seu formulário pelo besouro P junta o alteron que o deus slaughtered toda a estabilidade que nenhum olho poderia sempre embeber em todos os lugares você anoint no entanto para vê-lo de uma vez nós necessitamos somente o prodginy geométricos da infinidade O do neath do ponto 30 que o cabem para dentro oh assim firmemente com os triângulos que sentem assim direitos (3.14159265358979323846264338327950288419716939937510582097494459) Para sempre a harmonia constante diz distante enquanto a disciplina o patron Saint da imperfeição nos livra de nosso sin e se nossos tendências e intellect encontrarem nosso assoalho final então homens souberem a morte do deus onde a maravilha estava antes Yeah, eu sei esta merda do math para trás e envío-a a verificação para fora dos Bi-bi-di-bi-bi-di-di Eu fiz três pintainhos então I apontado na menina da porta A inscrita dentro de modo que feito lhe quatro que eu agarrei uma vez viessem dentro uns outros cinco adicionassem ' em todo acima e esses os makes nove a idade média 26.5 agora que é o que eu me chamo gettin ' algum pi cinco dos pintainhos desgastassem 6-inch os saltos dois dos nove guinchados como os selos 514 fossem o código de área Quebeque, Canadá meu domicílio da janela e meu 1.3 milhão chalet Pi do dólar para trás, o pi enviasse, toda a noite e o dia inteiro 3.141592653589793238462643383279502884197169399375105820974944592307816406286208998628034825342117067982148086513282306647093844609550582231725359408128481117450284502(fade para fora)

segunda-feira, outubro 17, 2005

Música do Pi

Aqui está ela. Tem clip e tudo.

Se alguém gostar pode também ver a música dos ângulos aqui.

É uma pena não ter encontrado a letra da música mas encontrei um site com várias letras de músicas sobre o Pi. Andam aí muitos músicos pipistas à distância de um clique. Já agora, falando em músicos pipistas, aproveito para dar os meus parabéns aos Lixo Podre pelo excelente concerto que deram na Grandiosa Almoçarada Pipista algures entre a banda de abertura e a banda de fechadura.

PS: 120.

Adenda: Já agora deixo também a verdadeira música do Pi. Podem sacar o mp3 aqui.

Competição

Muito ao estilo do pipismo. Podem começar a treinar.

domingo, outubro 16, 2005

Transecender o Pipismo é alcançar o Pipismo

Cerca de 30 minutos antes da hora combinada um raid de espionagem passou pelas redondezas do ponto de encontro. O Pipismo está a triunfiar e muitos interesses instalados preocupam-se (ou não...) com essa situação. Mas a força do Pipismo é tal, que até entre esse raid de espionagem se podia facilmente sentir a Fé pipista.

Às 21h e PI minutos partimos, conforme havia sido escrito, para celebrar o PIVERSÁRIO (o dia em que o Pipismo não fazia PI anos) com uma grandiosa almoçarada na marisqueira chinesa, onde éramos esperados por uma série de Profetas e fiéis.

Compareceu o cosmonauta, o milton (ou não...), o armakaú, o Kurtz, o Persona, a paw, a Margovia, o Bladerain, o Nunananá, o elias_moss (nossa mais recente aquisição - transferência milionária), a Jo, o Dudu das Montanhas, o Francisco Burnay, e _Deus estava com eles.
Além disso, estavam presentes 8 incontornáveis fiéis à causa do Pipismo, criando uma proporção Pipista entre fiéis e sacerdotes.

Entre brindes Pipistas e um bolo de PIVERSÁRIO com PI velas, a refeição foi muito agradável. Duas raparigas brasileiras estavam muito interessadas em saber o que era o Pipismo, para assim o espalharem pela América Latina, tal como um senhor Argentino. Todos foram esclarecidos que "quanto menos souberem sobre o Pipismo, em melhores condições estarão para o espalhar". Assim sendo, graças à algarviada incongruente que demos como explicação (e, em boa verdade, a explicação não podia ser outra) podemos contar que o Pipismo se vá espalhar pela América Latina a uma velocidade avassaladora (em verdade vos digo que me foi confiado que ele já lá está muito prresente, nos mais diversos aspectos, mas isso só prova a máxima Pipista "o tempo é uma ilusão")

Os Lixo Podre actuaram, num concerto underground que passou despercebido para a maior parte dos convivas. Só os mais atentos se aperceberam da presença da banda e conseguiram descortinar a música de Lixo através do ruído de fundo.

No Karaoke cumpriu-se a tradição: cantou-se o "Dancing Queen", cantou-se o "Born to be wild" ao som do "Barbie Girl" e o "Barbie Girl" ao som do "Born to be wild", cantou-se o "Final Countdown", cantou-se o "You Don't love me anymore" do Yankovic, e, por fim, o Raposódia Boémia dos Rainha. Nesta +ultima música, todos os convivas do jantar estavam no palco, tendo como público as cadeiras, criando assim um belo espectáculo Pipista.

Depois do jantar, umas voltinhas por Lisboa (bem Pipistas, por sinal, atendendo às voltinhas em concreto). Encontrámos uma bomba com um horário de atendimento Pipista:

Abertura 00h00
Fecho 24h08

Após nos reabastecermos de combustível nessa bomba (cerveja, claro!), fomos para o miradoro de Sapadores. Um contínuo de um estabelecimento escolar próximo, assustado com a nossa presença inquietante e perturbadora, tentou comunicar em código com os seus colegas: "são verdes e azuis". Algo que foi deslindado como querendo dizer: "Perigosos Pipistas em concentração próxima. Eu também adoro o Pipismo, e uso por isso um código Pipista para comunicar, mas sinto que não sou digno de estar com eles, e reajo com medo e confusão a essa situação."

Depois dançámos ao som do telemóvel da Margovia, experimentando os diferentes toques. Nunananá sugeriu saír do miradouro em frente, já que a sua casa era "mesmo ali" (deambulou-se um pouco sobre as falhas no sistema pedagógico relativo à condução automóvel, e na forma como os medos e as falhas de preparação dos professores de condução conduzem a esse espaço desaproveitado nos telhados), mas, apesar do apelo emocionante, essa ideia não chegou a ser concretizada. Fica para a próxima. Tal como as fotos.

terça-feira, outubro 11, 2005

Está Escrito

Sagrada Profecia da Grandiosa Almoçarada Pipista

Está escrito que quinta-feira, dia 13 de Outubro de 2005, às 20h30 da noite, vários profetas do Pipismo se encontrarão no bar de civíl do IST para uma amena conversação. Está escrito que vários chegarão atrasados, e que, por volta das 21h00 todos os que lá estiverem ignorarão os atrasados e peregrinarão em direcção à Marisqueira Chinesa, onde serão esperados por outros profetas e crentes do Pipismo às 21h15.
Está escrito que o programa de festas será cumprido, que o Pipismo será debatido, entendido, assimilado, compreendido, esquecido, relembrado, festejado, comemorado, adorado, odiado, louvado e glorificado. Está escrito que ocorrerão PI brindes ao Pipismo e às Pipizadas que hã de vir.
Está escrito que Lixo Podre cantará, que se beberá, que se comerá, que Pipizar-se-á.

segunda-feira, outubro 10, 2005

Palavras de Sabedoria - I

Um dia Tokusan disse ao discípulo Ganto: «Tenho dois monges que estão aqui há muitos anos. Vá e examine-os»
Ganto pegou num machado e foi à cabana onde os dois monges meditavam. Ergeu o machado dizendo: «Se disserem uma palavra cortarei as vossas cabeças; e, se não disserem nenhuma palavra, também cortarei vossas cabeças»


-----------------------
Respostas quase-mas-não-pipistas para o desafio aos monges:

-«Duas palavras»
-«Três palavras servem?»
-«Quatro palavras está bem?»
-«Me...»
-«...ia»
-----------------------

Ambos os monges prosseguiram a meditação como se ele nada houvesse dito. Ganto baixou o machado e disse: «São verdadeiros discípulos do Pipismo». Voltou a Tokusan e relatou o incidente.
«Vejo bem o seu lado», concordou Tokusan, «mas diga-me: como é o lado deles?»
«Tozan pode admiti-los», respondeu Ganto, «mas não devem ser admitidos sob Tokusan»

domingo, outubro 09, 2005

םיפירקופא

Apócrifo: adj., diz-se dos escritos sem autenticidade comprovada;
na crítica literária moderna, obras cujas alterações não foram feitas pelo autor ou cujo autor, local ou data não são os verdadeiros;
que não é autêntico;
suposto;
secreto.

wiktionary

Originalmente: do Grego apo (longe) creifos (escondido), na tradição Judaico-Cristã, é o nome dado a textos, que apesar de contemporâneos e de estilo semelhante, não são canónicos (não oficiais). Antónimo de Apocalipse.


Deixo-vos aqui com um texto dum PiPista dos inícios do Séc. 5 a.C., que se afirmava anti-messiânico.


Caminho para o Armagedão: Solução Final.

Estás mal?
Sê O Mal;

Homicida:
Parricida,
Matricida,
Fratricida,
Filicida.

Comete tudo quanto é Pecado Mortal.
Termina pela Gula:
Sê canibal.
E, no fim,
Acabarás com O Mal.

sábado, outubro 08, 2005

got milk?


O Povo É Quem Mais Ordenha. E diz,


"O Grande Pipi está Em nós."

O Povo assim ordenhou - está ordenhado.


segunda-feira, outubro 03, 2005

presenças eleitorais

Se este comuna não é O Demo em pessoa, não sei quem será (e não vale responderem "FELGUEIRAS!!!", essa é previsível...).

the circle is complete

Now, we are the masters of the universe!

Come, digere, caga, come, digere, caga, come, ...






Eclipsei-me

Almoçarada Pipista

Importa celebrar o Piversário do Pipismo.
Impõe-se uma farta almoçarada e o mais completo, gostoso e magnificiente banquete: um verdadeiro festim, no qual os iluminados profetas do Pipismo manifestarão a sua augusta majestade e radiosa presença, comendo em comunhão com os míseros mortais e na sua companhia mútua.

Estão assim convidados todos os autores do Pipismo e amigos do Pipismo.
A Almoçarada Pipista será na Marisqueira Chinesa pelas condições logísticas que proporciona para a realização de cantoriais rituais. Além disso, existe uma surpresa inesperada que nenhum de vocês estará à espera: os LIXO PODRE (talvez) actuem (ou não...).

A Almoçarada Pipista terá lugar na próxima 6ª feira.
Para saber mais pormenores, tenham fé e falem com _Deus.

O programa inclui:

-duras críticas ao Pipitismo
-apedrejamento simbólico de um espantalho pipitista
-leitura de um poema a ridicularizar o Pipitismo
-riso conjunto com anedotas nas quais os pipitistas são a anedota
-manifestação de raiva e ódio contra o pipitismo
-e, mais importante: não perder tempo (um segundo que seja) com o asqueroso Pipitismo!

DESCOBRI!

É mesmo verdade...

domingo, outubro 02, 2005

Centelha Pipista

"Não é que eu odeie o Pipismo. Estás a ver...: as afirmações podem ser verdadeiras ou falsas. E depois há aquela coisa que está no meio, na fronteira. O que eu acho do Pipismo é isso."

Dark Reviwer

Lixo Podre

LIXO PODRE: uma banda higiénica.

A sua discografia é podre, a sua música é lixo. Lixo podre é uma banda coerente e alternativa.
O público tem aclamado LIXO PODRE, acolhendo em júbilo todas as músicas que os LIXO PODRE têm apresentado.

Eu próprio não sou indiferente a LIXO PODRE. Devo dizer que vibro com as músicas que tocam, e que aguardo ansiosamente pelo seu próximo álbum (um passarinho do mundo editorial (ou não...) confessou-me que se vai chamar "Isto é LIXO PODRE").

Deixo-vos aqui o último sucesso de LIXO PODRE:

Guiados pelo Lixo

Guidados pelo lixo
Prá Licxeira eu vou
E sigo pelo cheiro
Pra encontrar o odor
Guidados pelo lixo
Prá Licheira eu vou
Pra onde ele vai
Pra onde ele vai

(Bis)

Se o Lixo me diz "amigo,
deixa tudo e vem comigo"
Como posso resistir
Ao seu odor
Ao seu odor

Se o Lixo me diz "amigo,
deixa tudo e vem comigo"
No lixo rebolarei
O lixo é Rei
O lixo é Rei

Guidados pelo lixo
Prá Licxeira eu vou
E sigo pelo cheiro
Pra encontrar o odor
Guidados pelo lixo
Prá Licheira eu vou
Pra onde ele vai
Pra onde ele vai



PS- Os membros da banda, João Vasco e Margovia, têm uma presença em palco fora do comum

sábado, outubro 01, 2005

Αποκάλυψη Iluminado

Apocalipse = revelação, do Grego.

Vamos analisar o pensamento de um Iluminado:
A Fénix começou a mandar vir comigo.
Vlad Tepes IV deixou de mandar vir comigo.
Os comentários ao meu, brilhante, artigo que contém as minhas observaçãos físicas e mentais sobre Vlad Tepes IV vieram d'A Fénix.
Hipótese: A Fénix é Vlad Tepes IV?
Vou ver o profile d'A Fénix.
O Profile d'A Fenix tem foto.
(Pondo os óculos e aproximando os olhos). É a mm foto de Vlad Tepes IV.
Conclusão: Vou desmascarar este palhaço, humhaha, muahaHA, MUAHAHAHA*tosse, engasga-se, etc*

Analisemos agora o pensamento de uma pessoa normal:
1. A Fénix começou a escrever no PiPismo.
2. A Fénix não está no fim da lista de PiPistas.
Conclusão: 3. A Fénix não é nova, é alguém que mudou de nome.
4. Vlad Tepes IV desapareceu da lista.
Hipótese: 5. A Fénix é Vlad Tepes IV?
Prova: 6. Os artigos escritos recentemente por Vlad Tepes IV estão agora assinados por A Fénix.
Conclusão: 7. A hipótese posta em 5 é verdadeira.

Iluminado, ou não... Se calhar é uma velinha daquelas de 1 cm de altura, para bares. Um dia talvez mude para uma lâmpada de 15 Watts de incandescência.
Ou não. O mais provável é que a vela se apague.
Ou não, pq o mais certo é já estar apagada, no meio daquela cera toda.

(Artigo escrito em conjunto por Vlad Tepes IV e A Fénix.)