sábado, dezembro 31, 2005

Sucesso, confirma-se

Agora, que 2005 está a terminar, pode ser confirmada, com sucesso, a profecia que aqui tinha sido feita no início deste ano: «2005 foi um ano ímpar.»

Os opinion leaders apresentam reservas em confimar que o mesmo possa ser dito em relação a 2006, mas todos eles asseguram que o Pipismo continuará a trilhar o caminho do triunfo (ou não...).

terça-feira, dezembro 27, 2005

Bento Power!

O Papa está do nosso lado!

«Mas os homens e as mulheres da nossa idade tecnológica arriscam tornar-se vítimas das suas próprias realizações intelectuais e técnicas, que os conduzem à aridez espiritual e ao vazio do coração.»

Palavras do 16º PiPista Benedito (também chamado de PaPa, que vem do termo "PiPista". É também de aí que vem também a famosa expressão "mais PiPista que o PaPa").

Super Jesus versus Robo-Hitler

A VERDADE está toda aqui!

segunda-feira, dezembro 26, 2005

Natal Pipista

Do pensar e do pipismar: um mundo de ficções

Contributo para uma definição da Weltanschaung genuinamente pipista não-niilista, pré-cartesiana, anti-nietzshiana



Nietzsche disse que “pensar é um transformar falsificando; sentir é um transformar falsificando; querer é um transformar falsificando”. Para Nietzsche toda a produção humana é fantasia porque passa pelo véu da linguagem – uma construção humana que não pertence ao sujeito, mas à qual ele se submente.

Nietzsche não refere contudo o pipismar. O pipismar é a única forma de atingir o verdadeiro conhecimento, porquanto o pipismar pertence à categoria do universal, i.e., nele engloba todas as criações de todos os sujeitos pipistas – os únicos que serão salvos.

Enquanto a linguagem, qual código comunitário dialético, assente em princípios de Razão e Entendimento, nos afasta das múltiplas verecidades das mentiras e falsidades; é através do pipismar que podemos englobar o ser e o não-ser, o tudo e o nada, o foi e o devir, num contexto de historiciodade bidireccional que, no limite, nos permite expandir infinitamente a existência (aliás, o universo infinitamente expandível é a prova pipista irrefutável de que o não não se contrapõe ao sim, mas antes o completa).

Pena é estes pensamentos não passarem na obra de Nietzsche. Para isso encontramos só DUAS hipóteses:

1) Descuramento do editor ou do tradutor;

2) Sabotagem pipitista;

3) Deus não está morto e Nietzsche não era pipista.


Preferimos acreditar na quarta!

sexta-feira, dezembro 16, 2005

PI - Moves aconselha:

Cinema Pipista:

Matança de Natal
«Na véspera de Natal, chegam ao fim as tréguas de mil anos entre o Bem e o Mal. O Pai Natal, filho de Satanás, fica então livre de espalhar o medo e a destruição em vez de presentes e alegria. Nicholas é um rapaz de 16 anos que vive com o avô no "inferno", sendo que para ele o inferno é a cidade em que vive. O avô conta a Nicholas a lenda que o Bem triunfou sobre o Mal há mil anos e estabeleceram uma trégua, mas que agora o mundo poderá estar outra vez à beira da destruição. Será que eles vão sobreviver a este Natal mortífero e restaurar a paz por outros mil anos?»

O Pesadelo de Darwin
«"Darwin's Nightmare" é um conto sobre o ser humano, entre o Norte e o Sul, sobre a globalização e sobre peixes. Nos anos 60, no coração de África, um novo animal foi introduzido no lago Victória como parte de uma pequena experiência científica. A Perca do Nilo, predador voraz, erradicou a maioria das espécies de peixe nativas do lago. Ao mesmo tempo, multiplicou-se com enorme rapidez e os seus filetes brancos são actualmente exportados para todo o mundo. Enormes aviões de carga ex-soviéticos aterram diariamente na região para recolher a mais recente pescaria em troca do transporte de kalashnikovs e munições para as incontáveis guerras em curso no centro do continente africano. Os florescentes negócios de peixe e armamento criaram uma aliança globalizada impiedosa nas margens do maior lago tropical do mundo.»

Finalmente!

O problema da violencia nos video-jogos está resolvido. Ou não.

quinta-feira, dezembro 15, 2005

Arrêt !

Ao que isto chegou: já é Dona e tem nome de rua

Recordar é Inovar!

2 + 2 = 5

O Pipitismo merece ser destruído!

Manuel João Vieira - Pipismo em acção

Declarações do candidato presidencial Pipista:

«A propósito do (grego) sustema político relatamos 3 pensamentos do presidente Vieira:

«Qualquer um dos outros candidatos, seja ou não seja realmente um candidato, é de facto um excelente candidato. Eu direi mais, são candidatos provavelmente melhores do que eu. Infelizmente são tão bons, tão bons, que acabam por ser mesmo piores do que eu.»

«As assinaturas são o clítoris dos candidatos a presidente.»

«O boicote dos media é um acordo anti-constitucional entre as televisões e jornais, os lacaios do poder, contra quem pode induzir uma representação pública do sonho de libertação dos portugueses.»

quarta-feira, dezembro 14, 2005

Calhordus Power!

Joâo ,para sêres um bom vendedor da banha da cobra, yés prémio nobel.Mas que tomes todos os outros como imbecis..fuck you. Ou és um vendedor que perdeu ..ou entâo és um verdadeiro vigarista que a igreja aproveita para vender a mérda. Olha ,Joâo,nâo és nem o primeiro nem seras o ultimo; que tem uma grande GUELA, o futuro o dira! E se eu te digo isto é porque o povo é facil a deixar-se manipular. Nâo seras o primeiro a tirar uma bala na cabêza,por arrependêrce do mal que fêz.Se tens coragem? O que duvido!

terça-feira, dezembro 13, 2005

Pi Shop apresenta - O top das 10 USBdrives mais Pipistas

O Pipismo está, de facto, em todo o lado.

Momento Zen de 2ª feira - Divulgação semanal do Pipismo

Hoje, segunda-feira, o Pipismo está em festa. Atentem nestas palavras de sabedoria de João César das Neves, esse mais que tudo do Pipismo. O texto destacado a verde-bolor de iogurte é particularmente Pipista. Mas leiam o texto integral:

Está a terminar o Ano Mundial da Física, que celebra o centenário de um facto espantoso, a publicação de quatro artigos que revolucionaram a forma como vemos a matéria. Num punhado de páginas, Albert Einstein concebeu em 1905, quase de raiz, a mecânica quântica e teorias da relatividade, da relação massa-energia e do efeito fotoeléctrico.

A revolução de 1905 surgiu perante uma civilização fascinada pelo método científico. Após séculos de investigação, a humanidade considerava-se na posse de um modelo final e definitivo da realidade. De repente, essas certezas evidentes eram pulverizadas. Mas com as velhas certezas, a nova ciência perdia também a inocência. As descobertas espantosas abriam a porta a desenvolvimentos que feririam de morte a confiança nelas. O século XIX construiu-se sobre o dogma de que o progresso do conhecimento era sempre bom e proveitoso. A era nascida em 1905 veria muitos cientistas, incluindo Einstein, ansiosos por desaprender resultados desse progresso.

A ciência moderna é muito mais que um método analítico. Ocupava então o lugar de referência cultural básica. Na descrição de um dos seus mais astutos observadores, deu-se "a junção das ânsias extra-racionais que o retrocesso da religião tinha deixado errantes como cão sem dono, com as tendências racionalistas e materialistas da época, então inelutáveis, que não toleravam nenhum credo que não tivesse conotações científicas ou pseudocientíficas" (J. Schumpeter (1943) Capitalism, Socialism and Democracy, cap. 1). A passagem de serva a mestra transformou a ciência ainda mais que os artigos de Einstein.

Primeiro, ela trazia consigo uma assustadora violência, ficando ligada às maiores atrocidades que se seguiriam. Do cogumelo de Hiroxima ao napalm do Vietname, do aquecimento global aos embriões congelados e à clonagem, o deus da ciência revelou ter o poder de Zeus e a fúria de Baal sem a misericórdia de Cristo.

Não foi apenas a física a revelar-se assustadora. O "pequeno livro vermelho" de Mao garante "O Partido Comunista da China, feita uma avaliação lúcida da situação international e interna com base na ciência do marxismo-leninismo, reconhece que todos os ataques dos reaccionários, no país e no estrangeiro, têm de ser e podem ser vencidos" (cap. 7, Ousar Lutar, Ousar Vencer). A "ciência do marxismo-leninismo", a que se referia directamente Schumpeter, tal como a da "superioridade racial" nazi, arrasou muito mais que a bomba atómica.

O segundo elemento, mais preocupante ainda, foi a perda de objectividade da própria ciência. Ao subir de método analítico a ideologia doutrinal, ela viu o seu grande valor de rigor, solidez e garantia ser usado de forma tão movediça como nas demais crenças. Hoje qualquer debate tem ambos os lados a invocarem estudos científicos. Basta o argumento técnico ter consequências sociais, comportamentais ou políticas para se tornar discutível. Todos estão convencidos do impacto decisivo da própria consistência teórica, enquanto desprezam os cálculos do adversário como fúteis e ocos.

"Quando começa a vida na gestação? Esta dieta é eficaz? O casamento estável é essencial para o equilíbrio emocional? A homossexualidade é genética ou perversa? A inflação e o liberalismo são bons ou nocivos?" Estas e muitas outras perguntas tiveram as respostas mais contraditórias, sempre baseadas na elaboração teórica. Sobre elas estamos ainda mais confusos que em 1905.

Arrastada na vertigem da demagogia, a ciência complica e não clarifica as discussões. Ser "tecnicista", "economicista" passou a ser pecado. O pós-modernismo trocou boa análise por má doutrina. Assim, cresce o desprezo pela atitude racional e avança o misticismo e a magia, prosperam os charlatães e a mixordice intelectual. Estão em risco séculos de avanços do conhecimento.

Desde os artigos de Einstein, a atitude perante a ciência evoluiu ainda mais que ela. Em Oitocentos via-se o laboratório como em Setecentos se tinha visto o oratório. Novecentos descobriu-se num velório.

segunda-feira, dezembro 12, 2005

Narnia

Eis um filme que eu ansiava ver. Sabia que era o melhor que a Disney me poderia oferecer: uma história comovente, cheia de amor fraterno e sorrisos encantadores, acerca de uma batalha entre o bem e o mal. Imaginava-me mais velho a levar os meus filhos a verem aquele filme em que os dois filhos de Adão e as duas filhas de Eva, depois de ouvirem o Pai Natal a dizer-lhes que a guerra é má enquanto lhes oferecia armamento de confiança, estariam prontos para a batalha final. Uma história sobre o poder redentor do auto-sacrifício, que me facilitaria muito explicar-lhes o mistério da ressurreição.

Em vez disso, a desilusão.

Narnia conta-nos a história de uma Rainha preocupada e carinhosa. Sabendo como é agradável estar no quentinho da lareira num dia de neve, ela encontra forma de agradar o seu povo com 100 anos de inverno contínuo. Sabendo como têm sido perseguidos e atacados os lobos à beira de extinção, confia-lhes lugares de poder e responsabilidade no governo da nação. Por tanto amar o seu povo, vive num palácio sóbrio e discreto, providenciando ela própria à sua alimentação.
No entanto, meia dúzia de líderes revolucionários decidem que devem ser eles a dizer o que é melhor para o Reino. Como o povo ama a Rainha, esta consegue reunir um exército muitíssimo maior, mas nem isso desanima os traidores que, considerando-se "iluminados", acham que "eles é que sabem" e preferem impôr a sua vontade a todo o reino.
Depois já se sabe: a Rainha quer castigar os traidores, e é traída.
Além disso, durante a batalha final, o exército dos "iluminados" usa a traição e táctita mesquinha vezes sem conta até conseguir o desfecho que pretende. À custa de muitas mortes e muito sangue, claro está!
Moral da história: em vez de uma Rainha sóbria, 4(!) monarcas sedentos de poder. Um gigantesco palácio faustoso, e todo o tipo de regalias para que vivam no bem-bom, a brincar e a divertir-se enquanto o povo sofre.

O filme é, obviamente, um piscar de olhos aos comunistas. Subjancente à história está a analogia com a revolução Bolchevique que veio afundar a Rússia (uma terra onde o povo vivia feliz no meio da fartura), para instituir um governo faustoso e opressor. Este filme surge no contexto das presidenciais em Portugal, e não é por acaso: foi uma táctica suja da Disney para condicionar de forma decisiva estas eleições e trazer a derradeira vitória ao sinistro candidato Francisco Louçã.

Mais do que desiludido, sinto-me enojado. Será que a Comissão Nacional de Eleições não vai fazer nada para impedir esta fraude?

domingo, dezembro 11, 2005

a auto-referência em acção


Prescreveu

O processo instaurado contra o estado Português. Requeria-se uma avultada indemização devido a danos provocados na sequência de um julgamento concreto, pela lesiva demora do sistema judicial português.

sexta-feira, dezembro 09, 2005

Cruzes nas saulas de aula

Estou revoltado com a ministra de educação que resolveu retirar as cruzes das saulas de aula de forma prepotente e autoritária! Uma verdadeira cruzada anti-religiosa dessa nova religião chamada "laicismo extremista e intolerante".
Não tolerarei mais essa intolerância!

Eu sou pela tolerância, pela liberdade! Ninguém deve ser impedido de impôr aos outros a sua religião. O Pipismo é para todos!

Por isso proponho que, ao invés de se retirarem as cruzes, se acrescentem os símbolos das outras religiões e do ateísmo!




Viva o Pipismo!
Sempre!

Forma Pipista de poupar electricidade

Profectas do Pipismo,
Nas últimas semanas, poupei kwh's e kwh's de energia carregando a bateria do computador portátil quando estou no IST para depois disfrutar de horas e horas de computador em casa sem gastar um tostão. Melhor só com Xau.
Ah pois é!

terça-feira, dezembro 06, 2005

segunda-feira, dezembro 05, 2005

Ultima hora!

"Para ganar una guerra sólo se necesitan tres cosas: dinero, dinero y dinero.
(Napoleón)"

O melhor golo do mundo....

...tinha que ser Pipista.

Piropo Pipista

Sem se conseguir conter, este Pipista anónimo devidamente identificado berra o piropo mais ordinário que é capaz:

«Mudava-te o estado civíl.»


PS- Isto é fruto da originalidade Pipista.

domingo, dezembro 04, 2005

Troca pipista



Será que aceitam Livros Incolores do Pipismo?

fellatio


o latim não é uma língua morta.


( p.s.: descaradamente roubado daqui. )

Está quase...

Acho que é desta!!

É hoje que eu não escrevo no Pipismo!

Capito-lação

Esta guerra já foi longe demais! Por isso proponho um armistício que, ao ser descaradamente violado, poderá levar esta guerra mais longe ainda.

Continuem.

Piii [seguido do gesto de tirar a mão da buzina]

Isto das guerras pipistas tem coisas do arco-da-velha...

Eu sou um pipista, e o João Vasco também é... Depois fui a ver as coisas, e não é que toda a gente deste blog é pipista?!?! Ahá! E agora? Como é que as coisas ficam? Com a excepção da Zazie, que é o Buda. E a Zazie são três pessoas ao mesmo tempo, incluindo uma azeitona descaroçada com recheio de pimentão, empalada numa lasca celulósica. Pobre Buda...

PS: Desconfio que a tartaruga também é a girafa. São parecidas e tudo.

sábado, dezembro 03, 2005

Mais uma vez, Buda apanhou-me...

Rendo-me perante a clarividencia do iluminado e confesso: eu sou o Compadre Capito.

Mas não sou o Vlad Tepes IV. Não percebo onde é que ele foi buscar essa ideia.

O mundo está ao contrário

The Force Is Strong with This One.

Buda apanhou-me, mais um vez...

Rendo-me perante a clarividencia do iluminado e confesso: eu sou Vlad Tepes IV.

Mas não sou A Fénix. Não percebo onde é que ele foi buscar essa ideia.

Quentes e boas!

A agencia noticiosa, oficial e oficiosa, do Pipismo acaba de tornar público a recente descoberta de uma nova divindade Pipista, desconhecida até há presente data. É o "Deus dos copos de imperial em plástico". Testemunhas alegam que um copo de imperial em plástico, completamente destruido por sinal, transfigurou-se - pipitou-se - tendo voltado, como que por artes mágicas, a apresentar a sua forma inicial. Tal e qual um copo de imperial em plástico acabado de tirar do pacote dos copos!

Copo antes:


Copo depois:

Correio do leitor

Recebemos, no correio do leitor, uma mensagem bem típica:

«Epá, eu quero mandar-vos uma mensagem para o correio do leitor, mas não consigo perceber como é que isso se faz. Como é possivel contactar-vos, enviar uma mensagem que vos chegue. Eu procuro, procuro, procuro, mas não encontro o vosso e-mail, um link qualquer para vos mandar, qualquer coisa. Será que eu tenho procurado mal? Já pedi ajuda a amigos e nenhum deles encontra forma de vos enviar nenhuma mensagem, mesmo depois de terem visto o vosso site até à exaustão.
Por isso quero perguntar-vos: como se faz para vos mandar mensagens?
Sei que deve haver maneira, porque já vi pelo menos 2 posts em que vocês falam nas mensagens que têm recebido pelo correio do leitor.

Respondam por mensagem de correio, ou então por um post vosso a dar resposta a essa dúvida que por certo muitos leitores partilham.

Obrigado»


Caro Eduardo Faria:

A sua dúvida é realmente partilhada por muitos leitores que nos escrevem. É por isso que vamos dedicar este artigo a explicar como é que nos podem escrever. O processo é simples:

A- Escreva a mensagem

B- Escreva no assunto "Pipismo - correio do leitor"

C- Para escrever o endereço siga os seguintes passos:
1- Escolha um número entre 3 e 12 e escreva esse número de caracteres totalmente aleatórios
2- Escreva o caracter "@"
3- Escolha um número entre 4 e 7 e escreva esse número de caracteres totalmente aleatórios
4- Escreva o caracter "."
5- Escolha um número entre 2 e 3 e escreva esse número de caracteres totalmente aleatórios

D- Envie a mensagem

E- Se ela não foi enviada com sucesso, repita o ponto C, escolhendo números diferentes e gerando novamente os caracteres aleatórios

F- Se a mensagem for devolvida, não se preocupe. Dê uma estalada com força na sua face esquerda, para se certificar que recebemos mesmo a mensagem.


Testemunhos acerca do uso do correio do leitor
«É... bom!»
«Ao acordar, não penso noutra coisa»
«Por mim, passava a tarde inteira naquilo»
«Ponha, ponha, ponha, PONHA, PONHA!»

Subtileza

«Portanto, resta `A Fenix [...] declarar guerra ao Compadre Capito. Este [...] lançar-se-á contra A Fenix.

Isto, meus amigos, será o Pipismo no seu esplendor.»


Agora, depois da subtileza com que o significado destas palavras foi explanado, apenas aqueles que sabem ler nas entrelinhas as entenderão.

sexta-feira, dezembro 02, 2005

Pfff [seguido do gesto de sacudir o pó dos ombros]

Ora acontece que nas guerras pipistas há uma tremenda falácia. Porque nos nomes que citas, João Vasco, dois deles são a mesma pessoa.

O desaparecimento do Vlad Tepes IV leva-nos à criação d'A Fénix que renasce na personagem de Compadre Capito; sendo estes nomes a mesma pessoa como podem eles ser antagonistas?

Logo, Vlad Tepes IV = A Fénix = Compadre Capito.
Mas será que só eu é que vejo estas coisas?

Avisos importantes no Correio do Leitor!

Realmente, aquelas "chain letters" com avisos e indicações são extraordinariamente importantes. Destaco aqui a última que chegou ao correio do leitor:

«SE UM HOMEM BATER À TUA PORTA E DISSER QUE ESTA A FAZER UM ESTUDO PARA A
MARCA CHUPA-CHUPS" E TE PEDIR QUE LHE fAÇAS UM BROCHE, NÃO O FAÇAS!!!

NÃO LHA CHUPES!!! É UMA FARSA !!!

O TIPO NÃO TRABALHA PARA A CHUPA-CHUPS, MAS SIM PARA A SUGUS !!!

Passa à maior quantidade de gente possível, para que se saiba universalmente.

Espero não ter chegado tarde demais, só Deus sabe que nos podia ter passado se
não tivéssemos recebido este e-mail de alerta...»

Pelo caminho do Buda...

ﺀ->ﻱ. O Paulo Coelho demonstrou-nos que quando não se tem nada para dizer, encripta-se.

ﻭ. Ou não. Talvez pare antes. Para ir comer qualquer coisa. Mas volto!

ﺝ. Mas eu sinto que ainda há PiPismo nele. Eu salvá-lo-ei, da única maneira que posso: tentando fazer com que inspire (e também convém que expire). Salvá-lo-ei, ou morrerei a tentar!

ﺍ. Ao reler uma série de artigos nos quais não encontro aquele espírito, aquele "ñ sei q" que os torna PiPistas, começo a pensar se estou com sono, se esforcei demasiado o cérebro, se 'tou a precisar de umas férias.

ﺙ. E, tipo relâmpago, foi então que me atingiu. O rapaz, ou rapariga, não quero apontar o dedo, perdeu a inspiração e cedeu. Cedeu ao lado negro do PiPismo: o PiPitismo.

ﺕ. Bem, sem nada melhor que fazer, decidi investigar. Fui ver os últimos posts dele, ou dela, não quero dar pi+pistas, e foi assim que comecei a ficar preocupado.

ﺏ. Mas isto começou ao ler um artigo que é completamente críptico (cujo autor eu não vou nomear, digo apenas que o nome na blogosfera é composto por duas palavras, a primeira rima com pisco, ou não, e a segunda com Vurnay [acho eu]). Penso: "Que raio é que isto significa?" Depois reparo na palavra "Capito" e noto que já tinha sido repetida nos dois versos anteriores. E dou comigo a pensar: "este gajo não costumava falhar uma, o que é que se passa?"

Pi. Sigma.: Desde que eu escrevi isto (depois fiquei há espera da declaração de guerra) já foi postado mais uma artigo da/o mesmo/a autor(a). Parece que só o facto de eu pensar em ajudá-la/o já deu algum resultado, ou não, é uma opinião.

It's alive! MUHUHUH... hmm wait...

Para salvaguardar os interesses do Pipismo, o Laboratório Pipista está desenvolver um "ser" abominavelmente cordial para assistir aos encontros bélicos da batalha que se aproxima. Sei que, contando com esta futura máquina de trucidar a paciência, venceremos a batalha que o Pipismo nunca iria perder, desse por onde desse.

Existem neste momento pi rascunhos:

1) A professora de História que por pouco não foi para freira, problematicamente ressabiada;
2) A espiritualista new age com resquícios de espírito crítico, notavelmente ressabiada;
3) A funcionária pública que lê livros intelectualóides, esboça teses à volta de malabarismos semânticos, queria ser da classe média sem ser da classe média, enjoativamente ressabiada;
0,1415...) A azeitona de canapé - o ressabiamento em si.



A girafa e a tartaruga são pobres espectadores que, numa clara violação dos direitos dos animais, terão de se fitar mutuamente até ao fim dos tempos.

quinta-feira, dezembro 01, 2005

Declaração de Pis

Ainda falta ver um acto de guerra do Capito em relação ao Burnay. Por acto de guerra entenda-se algo ao estilo Buda.

"Nieeeh whats up Doc?"

"Be vewy, vewy quiet, I'm hunting Buda."

"But it's Capito season."

"No, it's Buda season!", "Capito season!", "Buda season!", "Capito season!" Pi vezes e troca.

A época de caça ao Buda já acabou (motivos ecológicos: preservação da espécie), mas a época de caça ao Capito ainda está por ser aberta.

Guerras Pipistas

Vejamos:

O Buda em guerra com o Francisco Burnay e A Fenix.
O Francisco Burnay em guerra com o Buda e agora com o Compadre Capito.

Portanto, resta `A Fenix, em reacção à aliança implícita com o Francisco Burnay contra o Buda, declarar guerra ao Compadre Capito. Este, em aliança implícita com o Buda, companheiro de guerra contra o Francisco Burnay, lançar-se-á contra A Fenix.

Isto, meus amigos, será o Pipismo no seu esplendor.

this means war

FIGHT!

Honestidade Pipista

"Eu sou honesto: admito que aldrabo"
Pipista devidamente identificado

Uma bela cançonette

Aos que têm o Pi no meio deles próprios.

Tema:
"Num recôndito ermo da montanha vive um profeta, e no seu coração está o Pi."

Letra:
Capito lai yodelei hiiiiii!!!!
Capito lai yodelei hoooooo!!!!
Capito lai PI,
Capito lai PI,
Capito lai yodelei hoooo!!!!

PI!

quarta-feira, novembro 30, 2005

Para variar

Hoje não quero postar no Pipismo.

Desenrascanço












Aqui.

Destaco esta passagem deste link (linkado do link acima) citada no primeiro link, em oposição ao segundo, ah, e traduzido também:
«nos séculos XVI e XVII era muito comum que outros países exploradores, tais como a Holanda, levassem portugueses a bordo nas viagens marítimas, porque os portugueses eram alegadamente os mais capacitados e conhecedores em lidar com emergências inesperadas, quando o controlo do navio lhes era confiado.»

Jogar Pipistamente a bola

Cão Pipistamente feio

Cão mais feio do mundo!

terça-feira, novembro 29, 2005

Vota quê?!?!?!

Se és um gajo decidido, vota PPP, é mas é!

E em caso de dúvida, vota PPP.

Comentário:
Isto não é um post em resposta a um comentário, um comentário em resposta a um post nem um post em resposta a um post. Nem todas as as outras 14578932 combinações possíveis entre "post" e "comentário" de que me esqueci.

Isto explica muita coisa...

Agora qualquer idiota pode votar!

Veja como:
EUA - Florida.
EUA - São Francisco.
EUA em geral.
RU ->

Who should I vote for? v2

Your expected outcome:

Green


Your actual outcome:



Labour 27
Conservative -49
Liberal Democrat 93
UKIP -33
Green 105


You should vote: Green

The Green Party, which is of course strong on environmental issues, takes a strong position on welfare issues, but was firmly against the war in Iraq. Other key concerns are cannabis, where the party takes a liberal line, and foxhunting, which unsurprisingly the Greens are firmly against. The Greens are also anti-Europe.

Take the test at Who Should You Vote For

Acertei pq tinha visto os gajos na political compass.

Mas não se esqueçam, quando em dúvida votem pelo seguro, votem centro moderado.

segunda-feira, novembro 28, 2005

domingo, novembro 27, 2005

Limpeza Pipista

Limpe o seu nariz de uma forma que tem tanto de diferente como de pipista. Em vez de os apanhar, experimente empurra-los ...

sexta-feira, novembro 25, 2005

Cuidado! É pecado!

Ser PiPista

Florbela Espanca escreveu um poema que o seu editor achou que não se enquadrava no seu estilo e pediu-lhe que considerasse escrever sobre a sua profissão, o que depois levou a uma versão musicada.
O original foi, no entanto, redescoberto e enviado para a redação do PiPícias do Mundo e de Portugal e é reproduzido aqui:

Ser PiPista é usar salto alto, sejam mulheres,
sejam homens! Morder uma duvidosa ameixa,
cuspi-la e dá-la passando-a por cereja ao
Rei do Peido do Cacém e do Jamor

É ter de mil desejos o ardor
E não saber quem lho passou seja!
É ter percebido o que você almeja,
É ter garras e de Pantera Incolor.

É quem come do altar o cabrito!
O Telmo, arranco-lhe o coiro num frenesim...
É condensar na areia um 64-bit - uh!

Este poema foi originalmente "Dedicado a todos os PiPistas que hão de vir".

Pipismarvel

quinta-feira, novembro 24, 2005

Mau Maria, que o gato já mia...

Quem foi o energúmeno que se atreveu a parodiar o Grande Jerónimo de forma bacoca e infantil???
Meus amigos... O Pipismo é o Pipismo, mas isto não é uma brincadeira!!! Isto não é assim, à pipista!! Homessa...

Com o Jerónimo não se brinca. Nem com o Buda.

Por falar em extrema-direita...

quarta-feira, novembro 23, 2005

Porque é que os jovens não são de extrema-direita?

«Skinheads: mais cabelo do que cérebro.»

A via do centro

Porque é que no meio, ou Centro Moderado, é que está a virtude?

A resposta é tão óbvia que só pode ser novidade para idiotas.

É simples. Em terceiro lugar, o Centro Moderado não gosta de ideias ultrapassadas, de -ismos, de ideologias bacocas de múmias do paleolítico... quer dizer, do paleolítico não porque ainda não se tinha inventado a escrita, mas vocês percebem o que eu quero dizer. O Cento Moderado prefere ver como é que pode convencer o pessoal que vai votar nele, ou nos seus amigos, (chispa!), ahem, adversários, obviamente (ups!), ou melhor, curiosamente do Centro Moderado, que está a fazer o que pode com a “tanga” que, esses mesmos... adversários lhe deixaram. Durante esse período vai aplicando reformas estruturais que são obviamente, aos olhos de todos, inevitáveis. Qualquer semelhança entre o resultado final dessas reformas e as ideologias de Grandes Senhores do pensamento humano do séc. XVIII é uma mera coincidência. Aliás, o resultado é muito mais parecido com o de uns pensadores p'rá “frentex” que falam de um novo século já não me lembro bem donde.

Em segundo lugar, o Centro Moderado, tal como o nome indica, até nem curte essa cena da esquerda ou da direita, mas é obrigado a usá-la, porque senão a carneirada (porra!), perdão, os eleitores não sabiam bem qual deles é que tinha andado a quebrar as promessas ('dass!), repito, os compromissos eleitorais desta vez (estes últimos como coisas do género “um Porche para cada português”).

Finalmente, o ponto à luz do qual só se pode concluir que os charutos do Ché não tinham só tabaco e que o Mussolini devia ter antecipado que ia ficar ferido a treinar com granadas: em primeiro lugar, quem pretende mandar (chiça!), ahem, mudar a sociedade através das palavras só pode triunfar sobre quem o quer fazer nas ruas porque “a pena é mais forte que a espada”. Hoje em dia só um bárbaro, principalmente um skin imigrante ingrato, é que vai andar por aí a partir coisas quando temos Internet e é “fashion” trabalhar a partir de casa. Além de muito mais abrigado, quentinho, confortável e, principalmente, seguro.

A lista continua mas eu não vos quero maçar, dado que, como já referi, isto é tudo óbvio.

Viva a Demagogía (merda!), quer dizer, Democracia. Viva a Evolução. Pi hurras para o Centro-Moderadismo!... Hip hip hurra!... Hip hip hurra!... Hip hip hurra!... Hi-

P.S.: Para ficar só entre nós - Isto de escolher claramente para onde se quer ir é para os ingénuos, até porque, já Buda dizia que se deve seguir o caminho do meio.

terça-feira, novembro 22, 2005

Porque é que as velhinhas não são de extrema-esquerda?

A pergunta é tão pertinente que eu só posso ser um idiota.

É simples. Primeiro, uma pessoa que tem orgasmos espontâneos a pensar em pastorinhos não pode ser de extrema-esquerda. A extrema-esquerda delira com pastores, sim, mas esses são outros. E o rebanho também é outro.

Em segundo lugar as velhinhas gostam de velhinhos que caiem de cadeiras, que tiram partido de golpes militares e que formam ditaduras. A extrema-esquerda não gosta de velhinhos - gosta de múmias do paleolítico da ciência política (paleolítica?) que propagam ideias usadas por velhinhos que fazem revoluções da qual tiram partido pastores que implantam ditaduras

Em terceiro, as velhinhas gostam de velhinhos vestidos de branco com livrinhos velhinhos sentados em tronos de reinos imaginários. A extrema-esquerda não gosta desses velhinhos. A extrema-esquerda gosta de velhinhos amarelos vestidos de verde com livrinhos vermelhos.

Em quarto, resta-me apontar o testemunho da javardices que a extrema-esquerda faz, pela boca do Eanes, e que as velhinhas abominam:

«Na extrema-esquerda, eram muitos os militares e aí não se sabe muito bem quem estimulava quem. Muitas vezes seria a extrema-esquerda - e há relatos da dr.ª Isabel do Carmo a estimular Otelo. Mas creio que haverá outras situações em que seriam os militares da extrema-esquerda que estimulariam Isabel do Carmo (isto só em termos de caricatura).»

Em termos de caricatura, claro.

a pedido

Qualquer Coisa no Pipismo.

segunda-feira, novembro 21, 2005

Super Gerónimo

Nietzsche escreveu, entre outras obras, "Assim falou Zaratustra", um livro em que era apresentado o SUPER-HOMEM. Nietzsche destilou desprezo contra as mulheres, os fracos, os comunistas,... contra toda a gente.
Mas isso era porque não conhecia JERÓNIMO DE SOUSA, pois de outra forma a história teria sido bem diferente. Se Nietzsche conhecesse Jerónimo, ele saberia ter encontrado o SUPER-HOMEM: esse lutador de mãos calejadas pelo trabalho, em luta pelas promessas de Abril, pela vitória do proletariado, pelos amanhãs que cantam mais alto.

Quem hoje vê os cartazes de JERÓNIMO, no contexto da sua candidatura para a presidência da república, não poderá deixar de o imaginar, com aquele portentoso queixo, uns anos mais novo, no seu fato vermelho com umas cuecas amarelas por cima, e uma estrela amarela ao peito. Enquanto a sua capa esvoaça ao vento, o SUPER-JERÓNIMO transporta uma bandeira da antiga união soviética para o centro da praça vermelha.
O verdadeiro SUPER-HOMEM não pelejava Por "Deus, Pátria, e o modo de vida americano". Defendia "Lenine, o Pacto de Varsóvia, e o modo de vida dos proletários". Integrado na sociedade como um trabalhador metalúrgico, assim que colocava o seu equipamento de delegado sindical, mais uma vitória para a luta dos trabalhadores! O SUPER-HOMEM foi ganhando novos poderes, até atingir a posição de secretário geral do PCP. E amanhã poderá ser presidente da República.

Se conseguir, a bandeira do Pipismo esvoaçará em todas as embaixadas, e Nietzsche terá triunfado!

sábado, novembro 19, 2005

Pi Shop apresenta... S. Darwin!

Darwin, com a sua teoria da selecção natural, revolucionou a forma como vemos o Universo. Onde antes reinava a crendice barroca e a superstição barata, Darwin deixou-nos um modelo científico sólido e credível, assente em evidências experimentais, que dá as respostas acerca do desenvolvimento da vida.

As aparições, sob diversos suportes, da Virgem Maria e Jesus estão OUT. Já deram o que tinham a dar.
O que está a dar agora é aparições de outras grandes personalidades que influenciaram a história e a humanidade.

Esta FANTÁSTICA frigideira contém uma autenticamente paranormal aparição de S. Darwin, padroeiro do espírito crítico, e pensamento materialista. Saboreie o último grito do esotérico, a última moda do oculto, este símbolo anti-transcendência.

NOTA: os lucros da PI-SHOP obtidos pela venda deste produto revertem a favor de uma fundação...

C = Pi x d

C = Pi x d

Se tomarmos C como o outro lado da sexualidade pipista, fácil é concluirmos que a violação de uma mulher despeitada num parque de estacionamento de um hiper-mercado é a verificação científica da recorrência das equaçãos matemáticas.

Tenho dito!

quinta-feira, novembro 17, 2005

Presidentes Pipistas para todos os gostos

Carmelinda Pereira
Garcia Pereira
Luís Filipe Guerra
José Maria Martins
Manuel João Vieira
Manuela Magno
Mário Soares
Nelson Magalhães

Candidatura Pipista a sério

Armakáu:

Existe mais de uma canditaura autenticamente Pipista. A de Nelson Magalhães é mais uma prova que o Pipismo está em todo o lado.

Atentem nas primeiras palavras da mensagem que Nelson Magalhães nos quer passar:

«As Eleiçôes Autàrquicas que vem de ter lugar em Portugal, independentemente de eu vir, ou nâo a sêr ouvido durante a Campanha Presidêncial que se segue, vêem dar razâo à minha Candidatura.
Nâo vou aqui repetir, (nem esse é o meu objectivo), a anàlise que os média internacionais, fazem da nossa Pseudo-Democracia. Mas là que é deploràvel mesmo os mais optimistas nâo têem dùvidas.
--- Casa aonde nâo hà pâo, todos ralham e ninguém tem razâo.---
»

Podem ler tudo aqui.

segunda-feira, novembro 14, 2005

Candidatura Pipista

Não devia ter sido proponente da candidatura da Maria Magno à Presidência da República. No entanto ainda posso usar o espaço cibernautico Pipista para promover a verdadeira única candidatura.

Gordura é inteligentura

"Todos ficamos mais pesados à medida que envelhecemos porque há muito mais informação nas nossas cabeças."

Não nos macemos, portanto, com as gordurazecas que despertam com a idade: elas são fruto da nossa inteligência que vai crescendo dia-após-dia e cuja dimensão não pode ser totalmente comportada pelas nossas cabeças.
A cabeça já não tem mais espaço, por isso começa a encher o resto do corpo!

Adágios Pipistas

Expõe-me com quem deambulas e a tua idiossincrasia augurarei.
(Diz-me com quem andas e te direi quem és)

Espécime avícola na cavidade metacárpica, supera os congéneres revolteando em duplicado.
(Mais vale um pássaro na mão, que dois a voar)

Ausência de percepção ocular, insensibiliza o órgão cardial.
(Olhos que não vêem, coração que não sente)

Equino objecto de dádiva, não é passível de auscultação odontológica.
(A cavalo dado não se olham os dentes)

O globo ocular do perfeito torna obesos os bovinos.
(O olho do amo engorda o gado)

Idêntico ascendente, idêntico descendente.
(Tal pai, tal filho)

Descendente de espécime piscícola sabe movimentar-se em líquido inorgânico.
(Filho de peixe sabe nadar)

Pequena leguminosa seca após pequena leguminosa seca atesta a capacidade de ingestão de espécie avícola.
(Grão a grão enche a galinha o papo)

Tem a monarquia no baixo ventre
(Tem o rei na barriga)

Quem movimenta os músculos supra faciais mais longe do primeiro, movimenta-os substancialmente.
(Quem ri por último ri melhor)

Quem aguarda longamente, atinge a exaustão.
(Quem espera desespera)

sábado, novembro 12, 2005

Grande alhada

Eu nego tudo.

Eu tenho um bom nome a preservar.

Como bom pipista, venho aqui limpar a minha imagem àqueles que neste momento devem estar a vomitar de tão escandalizados.

- Eu não sou um estudante de Engenharia Física Tecnológica no IST. Eu simplesmente o frequento com muito gosto e honra.
- Eu não tenho 22 anos, porque faço anos em Março e neste momento já tenho mais do que isso.
Assinado,



Chico, o meu verdadeiro nome.

O perfil da imbecilidade

Francisco Burnay

About Me
Estudante de Engenharia Física Tecnológica no IST.



A Fénix
Image hosted by Photobucket.com
Age: 24
Gender: male
Astrological Sign: Pisces
Zodiac Year: Rooster
Industry: Engineering
Occupation: The law of least resistance rules my life...
Location: Tercena - Barcarena : Oeiras - Lisboa : Portugal

P: You're trapped in a well with a goat and a slinky. Describe how you will escape.
R: I'll spread my wings and cluch the goat with my claws. When I get out, I'll eat the goat. What's a slinky?



[Suponho que assim fique explicada muita coisa. Não recorrendo à calúnia, estas informações foram reunidas junto daqueles a quem se referem. Contra factos não há argumentos.]

Lisboeta a Fátima ou Fátima a lisboeta?

Neste preciso momento está a ser provado que também anda aí muito lisboeta pipista.

Assim como diz o ditado "se Maomé não vai à montanha, vem a montanha a Maomé" também o lisboeta aderiu à coisa e agora existe o novo lema:

Se o lisboeta não vai a Fátima, vem Fátima ao lisboeta!

sexta-feira, novembro 11, 2005

3 = 4, mais uma prova

Pretende-se primeiramente provar que 1=2:

Vá ao google e procure "o maior insulto de todos os tempos". Encontrará 1 resultado.
Vá ao google e procure "pipitista". Encontrará 2 resultados.

Se 1=2, então 2!=3, de onde 3=4.
QED

Tudo arrumadinho às bolinhas

Blue Ball Machine!!!!

quinta-feira, novembro 10, 2005

Última Hora

A agência de notícias Pipista acaba de anunciar esta noite, que a verdadeira origem das azeitonas foi descoberta pelos lisboetas. Ao que tudo indica as azeitonas são formadas nas oliveiras. Estas novas teorias põem em causa estudos que ao longo de décadas foram sugerindo diversas possíveis origens para as azeitonas. Alguns especialistas falam mesmo no total colapso de todo o modelo padrão para azeitonas que vigorou nos últimos 20/30 anos. "Foram 5 anos da minha vida pelo cano da retrete" babujava um finalista da licenciatura em azeitonas, que já esta tarde, abandonava o edifício da universidade que frequenta, quando começaram a ser divulgados resultados preliminares que apontavam para uma revolução em toda a investigação científica associada a azeitonas.
O modelo que vigora até hoje, sugere que as azeitonas aparecem em recipientes de plástico, contudo existem alguns pormenores mal explicados, como nos foi dito por um investigador português, recentemente a trabalhar em Atenas: "Ainda não se sabe explicar muito bem porque é que umas são castanhas escuras e outras um pouco mais claras". Apesar dos avultados investimentos, levados a cabo por dois institutos em Lisboa, no intuito de conseguir simular em laboratório a geração de azeitonas. Em ambos os casos apenas se conseguiu observar a reacção inversa, ou seja, a desintegração de azeitonas. "Quando os senhores professores voltavam no outro dia pela manhã, o balde das azeitonas já ia a metade" como relatou um funcionário que pediu anonimato uma vez que um inquérito interno ainda está a decorrer.
As novas teorias, segundo o que é dado a entender, começaram a ser desenvolvidas quando um grupo de investigação dedicado à obtenção de azeitonas em castanheiros obteve resultados animadores em algumas oliveiras que por engano teriam sido confundidas com castanheiros mais jovens. Ao que a agência Pipista apurou, esses resultados foram abafados internamente dado o embaraço que poderia suscitar na comunidade científica, bem como na opinião pública em geral.
Membros do grupo de investigação em causa, alertaram ainda para o facto de novas e extraordinárias revelações poderem surgir a qualquer momento. Estes lisboetas afirmaram que a origem do azeite, pode também relacionar-se com as azeitonas. Indo em total desacordo com a tese actual, que sugere que o azeite aparece quando se fritam batatas mediterrânicas.

terça-feira, novembro 08, 2005

Não à discriminação

O ministro francês Sarkozy veio a público reformular as suas afirmações sobre os autores dos tumultos que assolam o país:

«Tenho muito respeito por essa escumalha nojenta.»
«Os vadios não têm nada que se ofender. Se são vadios, então tenho razão em chamá-los de vadios. Se não são, não é a eles que me refiro.»
«Os vândalos têm todo o direito de o ser. Mas porque é que se têm de se exibir? Isso é ressabiamento...»
«Dou-me bem com toda a gente e não tenho nada contra os mandriões. Até tenho amigos que são...!»

segunda-feira, novembro 07, 2005

O que é a Matriz?

Matrizes há muitas, seu palerma! Mas eu venho aqui escrever de matrizes de personalidade. A Junguiana neste caso.

Fiz este teste e aqui estão os resultados:

Introverted (I) 61.29% Extroverted (E) 38.71%
Intuitive (N) 58.82% Sensing (S) 41.18%
Thinking (T) 74.19% Feeling (F) 25.81%
Perceiving (P) 52.78% Judging (J) 47.22%

Your type is: INTP
Accuracy:

INTP - "Architect". Greatest precision in thought and language. Can readily discern contradictions and inconsistencies. The world exists primarily to be understood. 3.3% of total population.

Mais uma vez, quem não se submeter ao teste e puser os resultados nos comentários é um nojento opressor PiPitista!

Noticia de ultima hora

Brasil sem dentes!

Saúde

Não fumar mata: Quem não fuma mais de 4 maços de tabaco por dia MORRE.

Alimentação (dita)"saudável" mata: Quem não come todos os dias da sua vida no Macdonalds MORRE.

Falta de Sal mata: Quem não põe ainda mais sal do que eu na comida MORRE.

Laranjas adocicadas matam: Quem não experimenta saltar de um prédio de 8 andares, naquela de sentir a adrenalina, MORRE. E os que saltarem de paraquedas ou protecções similares também morrem.

"Sensação de vibração" é essencial: Quem não põe a língua numa ficha electréctrica de 220V MORRE.

quinta-feira, novembro 03, 2005

"O que tu queres sei eu!"

O Buda gosta de ciclos:

- Gosta que escrevam sobre ele para que ele continue a escrever sobre nós (“obrigando” - habilmente, há que dizê-lo - as pessoas invectivadas a responderem; eu também gosto de ciclos ;));
- Reencarnação (óbvio!, mas esse eu também curto, sendo A Fénix, aliás, Vlad Tepes IV, aliás, A Fénix, al - Não liguem, crise de identidade);
- Referências cíclicas (incluir-se a si próprio nas críticas que faz aos outros - obrigado por te lembrares de mim, sinto-me lisonjeado);
- Os do ensino básico (onde devia ter aprendido a escrever. E a usar um dicionário. De Português - Para saber o que quer dizer "vulgo");
- Presidenciais (pq discursos tão incoerentes e de cariz tão inconsequente fazem-me pensar que o Buda é mais presidenciável que qq um dos candidatos - pode começar já a campanha com um slogan à sua altura: "BUDA A PRESIDENTE: SOBRANCELHAS DE GENTE!")

Buda: Volta!, estás perdoado. Só mais 5 anos.

quarta-feira, novembro 02, 2005

Fnord, fnord, fnord, fnord, fnord

FNORD!

FNORD!!

FNORD!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

FNORD!!!

FNORD

Fnord!

Discordianismo

Camaradas: o Pipismo está em perigo!

Em perigo inevitável e inerente ao Pipismo. O perigo de ser bem sucedido. Vai sê-lo.

Atentem neste movimento-fantoche que se tem espalhado pelos EUA, mesmo antes (e no entanto muito depois) do Pipismo ter aparecido: o DISCORDIANISMO.

O Discordianismo (podem saber mais sobre o Discordianismo aqui) é um movimento profundo e grotesco que observa a forma sempre presente como o número 5 (obviamente 5 é um código para PI) se revela no Universo que nos rodeia.

A humanidade vai sendo preparada para o Discordianismo, e ao sê-lo, vai-se preparando para o Pipismo.

É do fundo do meu coração que vos aconselho a observar com muita atenção este movimento preocupante.

Tiro ao alvo

Buda 1 - Pipismo 0

«Nunca te ocorreu, meu grandessíssimo imbecil, que estás a fazer aquilo que eu quero que tu faças?»

Buda, O Goleador

Ele aí está! E passa um e passa dois e finta, remata!!! ...AO LADO!!! AO LAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAADOOOOOOOOOOOOOOOO!!!

É LADO, É LADO, É LAAAAAAAAAAAAAAADOOOOOOOO!!!!!!!

piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii pi pi pi pi piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

QUE GRANDE CHAPÉU!!!

terça-feira, novembro 01, 2005

Sobrancelhas e Exortação

As ideias no teu cérebro convergem para a imbecilidade, da mesma forma que as tuas duas sobrancelhas convergem para uma só.
Mas antes de mais deixa-me agradecer-te por me teres eleito tua Némesis.

Estranho que uma pessoa, assim como muitas outras, não tenho dúvidas, que me considera o supremo paquiderme, o ser mais abjecto e inútil, me dá tanta importância. Na tua inocente estupidez, elevas o meu nome a letras garrafais, dando a importância àquilo que digo e faço. A questão é que com esse comportamento estás a advogar a minha causa, ao invés de a deturpares. Mais, devo ser o membro que menos faz, que menos se interessa e, no entanto, o mais falado. Porque numa proporção directa ao ódio, há também admiração. Nunca te ocorreu, meu grandessíssimo imbecil, que estás a fazer aquilo que eu quero que tu faças?

Com o teu anterior post, só demonstras que não mudas, que continuas imutavelmente otário. Essas tentativas de ser-cool-e-escrever-coisas-giras-como-os-gajos-do-gato-fedorento são desengraçadas; no fundo tu precisas de um clíster; algo que te chegue ao cérebro, que te aparte as sobrancelhas.


Por outro lado, outros haverá que não se vão coibir de me comentar, de seguir o mesmo caminho de merda aberto pelo Francisco Burnay. A Fénix, vulgo, Vlad Tepes IV, perdão, Vlad Tepes IV, vulgo, A Fénix, fará mais uma investida, na tentativa de fazer com que alguém o ouça, ou leia, de me atingir, mesmo que com isso tenha que ir um local onde nunca foi chamado, onde não interessa a ninguém. Por favor, exorto-te a não voltares, não és bem-vindo, nem ali, nem em muitos outros lados. Abre os olhos, limpa os óculos e vê.

Pi Shop apresenta




Sweat 'n' StainTM é a mais recente invenção dos laboratórios pipistas!

Está farto de ser chamado de mandrião?
O seu patrão manda vir a toda a hora?

PARE

Agora você tem Sweat 'n' StainTM!
Aplique a bisnaga debaixo dos braços até formar uma mancha uniforme - e já está!! É tão simples quanto isso!

«- Os meus colegas ignoravam-me e agora dizem: Homessa, ele é trabalhador!!»
«- Agora já posso andar de transporte público! Sinto-me integrado, sujo e plebeu!»

Sweat 'n' StainTM vai garantir-lhe aquele tão esperado aumento, ou talvez uma reforma antecipada!!

E pode ser seu por apenas € 3,14...!

NaDa

NaDa vale mesmo a pena!

Vejam as informações nesta página, e depois não hesitem em instalar este magnífico executável Pipista.

sábado, outubro 29, 2005

Estou abalado

Hoje, durante a minha meditação, ocorreu um sismo que na escala logarítmica de Richter atingiu a magnitude -infinito. Um sismo zen. Um terramoto pipista.

Estou à espera do tsunami.

sexta-feira, outubro 28, 2005

A mãe pipista

Crescei e Dividi-vos!

Cortesia do forum do nationstates:

Deus vai ficar muito espantado. Mal sabia ele que o pessoal ia levar o "crescei e multiplicai-vos" a sério.

Deus: Bem, isto foi fixe. Vou à máquina buscar um Guaraná.
*volta depois de uns milénios*
Deus: Meu _Deus! Há 6 mil milhões!

Esta tenho de manter no original:

Damn, and all this time I thought "be fruitful and multiply" meant I should be a gay mathemetician. For a long time, I thought I was a sinner for being attracted to the opposite sex, and that marriage was the eventual punishment for that sin. Which makes the "no gay marriage" rule make sense. Why punish those who aren't sinning?

Fazer o Pipismo

O Pipismo faz-se sobretudo nas boas oportunidades,
Image hosted by Photobucket.com

Aveiro, Bragança, Coimbra

Ovar Setúbal

Porto Ovar Bragança Rossio Evora Setúbal

Tavira Rossio Aveiro Bragança Aveiro Lisboa Horta Aveiro Dafundo Ovar Rossio Evora Setúbal

Dafundo Aveiro

Nazaré Evora Tavira Coimbra Aveiro Bragança Ovar

Tavira Êvora Maria

Dafundo Evora

Unidade Setúbal Aveiro Rossio

Unidade Maria

Aveiro Lisboa Faro Aveiro Bragança Evora Tavira Ovar

Maria Evora Setúbal Maria Ovar

Evora Setúbal Tavira Únidade Porto Itália Dafundo Ovar!!

Correcção

Afinal a Pancrácia é mesmo o Justino. É favor fingir que está tudo na mesma.
As Revelações de Justino vêm aí!

terça-feira, outubro 25, 2005

Metropolis

O Super-Homem disfarçava-se de Clark Kent usando um par de óculos. Ninguém reconhecia o Clark Kent como sendo o super Homem, devido aquele par de óculos que ele usava.
Lois Lane, no entanto, quando vê Clark tirar os óculos, observa as semelhanças entre a sua cara e a de Super-Homem (são a mesma), e começa a desconfiar que Clark Kent e Super Homem, já quem sem óculos partilham as mesmas feições, são uma e a mesma pessoa. Genial! Todos sabemos que as suspeitas de Lois se confirmam, e uma bela história de amor nasce entre os dois.

Há quem tenha sugerido que os óculos de Clark Kent eram "óculos mágicos" com a habilidade de transfigurar as caras de quem a usa. Mas todos os que viram o filme sabem muito bem que a cara de Clark Kent é a mesma do que a do Super-Homem, só que com óculos. Esta teoria deve portanto ser desacreditada.

A verdadeira explicação de tudo isto é óbvia: todos nós temos no cérebro uma secção dedicada ao reconhecimento de caras. Em Metropolis, criou-se um micro-clima favorável à propagação de uma mutação genética que afecta essa secção do cérebro. Assim sendo, os habitantes de Metropolis reconhecem como familiares caras exactamente iguais aquelas que já viram ou conheceram. É possível portanto observar estes diálogos nessa cidade:

mulher1: Vem querido, dá-me um beijo!
homem1: Não! Tu não és a minha mulher! Eu sou casado (pela Igreja Felgeirista dos últimos dias, ainda por cima!)
mulher1: Que idiota, pá! Eu apenas pús baton.
homem1: Não me enganas! Queres enganar-me!
mulher1: Raios! Não funcionou.
homem1: A minha mulher muda de cara quando põe baton, mas fica com uma cara diferente dessa!
mulher1: Ela já experimentou pintar o cabelo de azul, como nas BDs do Super-Homem?
homem1: Não.
mulher1: Ah!Ah! Para a próxima já sei!

Ou então:
homem2: Querida ajuda-me! Caí da bicicleta e feri a cara!
mulher2: Que é do meu marido? Que lhe aconteceu?
homem2: Sou eu querida! Magoei a minha cara! Estou a sangrar.
mulher2: Desapareça! Nunca o vi! Que é feito do meu marido? Como pode ter desaparecido assim? O que é que você lhe fêz???? Não sabe com quem se meteu! Ele era pastôr da igreja Felgueirista dos últimos dias!

Note-se a dificuldade no reconhecimento da voz, que também afecta os habitantes de Metropolis. Os mais espertos levam sempre um bigode postiço no porta-luvas para escaparem às multas de trânsito.

A gripe das aves

Todos nós estamos familiarizados com o problema: o fim dos tempos vem aí, as pessoas gritam de aflição, de revolta, de dôr. Entre as frases proferidas nestes momentos extremos, a respeito da calaminade civilizacional que se abate sobre o mundo ocidental - a gripe das aves - contam-se:

«Isso das aves não tem nada a ver com as galinhas» - vendedor de galinhas num mercado de Espinho

«Os patos vão para o bosque e depois apanham a gripe das árvores» - camionista no parque municipal de S. João da Pedreira

Muita especulação rodeia toda esta problemática. Há quem creia que a gripe das aves é mais uma jogada asquerosa na pérfida estratégia pipitista de controlo. Há quem creia que é um «golpe de génio purificador» na brilhante estratégia Pipista de elevação civilizacional. Há quem creia que as aves têm gripe. Recentemente recebemos esta mensagem no nosso correio do leitor:

«Maravilhosos, Deslumbrantes, Magníficos e Excelentes Pipistas:

A vossa glória é infinita, e é por isso que este humilde fã e dicípulo que quer trilhar os caminhos do Pipismo, mal se sente digno de vos dirigir a palavra. Por isso optei pelo e-mail.
Vós sois o Sol da minha vida, preciso tanto de vós como a comida precisa do Sal. Nem só de pão vive o homem, mais vós sois o Pão da minha alma. Sem descobrir o Pipismo eu era um mero escaravelho insignificante e patético, enquanto que agora apenas o sou quando me comparo convosco, ó guardiões da civilização, do moral, dos bons costumes, da tecnologia, e do mundo que há-de vir.
E por essa augusta razão que me dirijo às vossas mais que magnânimes presenças, tendo como objectivo a colocação de uma dúvida que me asola o espírito:

No outro dia, fui comer a casa da minha Avó Teresinha. A comida era Franguinho com batatinhas, que ela cozinha tão bem. A sopa era Caldo Verde (gosto tanto de caldo verde!). A minha Avó pôs picante no franguinho, porque ela sabe que eu gosto muito de picante (mas sem exageros). O problema é que ela fica muito ofendida e zangada quando eu não como tudo o que está no prato. Então, para ela não ficar triste, comi o franguinho todo, mesmo sabendo disto da gripe das aves. Mas recusei-me terminantemente a repetir, apesar de ela ter insitido PI vezes (estou a brincar, ela insistiu três vezes, mas não resisti ao trocadilho). A pergunta que eu vos queria colocar é: vou morrer?»


Resposta: sim.

segunda-feira, outubro 24, 2005

As Revelações de Pancrácia

Naquilo que é um furo jornalístico sem precedentes, a nossa já conhecida AGÊNCIA PIPISTA descobriu uma civilização paralela na qual o Pipismo deposita agora todos os seus sonhos e ambições. A investigação fica, pois, aqui registada para quem tem falta de leitura a par de uma tremenda falta de bom gosto.

A sra. Pancrácia, desaparecida há 20 anos, foi encontrada este fim-de-semana pelas autoridades. Estava em estado de choque e terrivelmente flatulenta. «MMfmmgfhfm», disse o responsável sanitário antes de tirar a máscara. «A sra. Pancrácia está de saúde mas apresenta sinais críticos de sub-nutrição, apesar de estar gorda que nem uma vaca!» O detalhe pipista chamou de imediato a atenção do nosso enviado especial: sub-nutrição leva hífen? O silêncio das autoridades é deveras comprometedor...

E quem é a sra. Pancrácia? Pancrácia Anacleta Pevide Vacondeus é natural de Ranholas, tendo desaparecido aquando de uma excursão à capital. Os vizinhos deram de imediato pela falta de Pancrácia na hora da partida. «Quem? Pancrácia? Olhe, agora que me diz, sim, é capaz de haver uma Pancrácia lá na minha rua... Ou então um Justino.», disse um ranholense. Depois da visita da excursão ao Mosteiro dos Jerónimos, o grupo de aventesmas geriátricas da Casa de Repouso Ranholense "Legalize" foi lambuzar-se para o ex-libris de Belém, os "Pastéis de Belém", ali para os lados de Belém. Olha, é ao pé do Palácio de Belém.

Depois do repasto e de um sereno retorno a 250 km/h de regresso às suas jaulas, os responsáveis pelo lar deram pela falta de Pancrácia. «Mas qual Pancrácia, homem! Já lhe disse que não há cá Pancrácia nenhuma, nem nunca houve! Ah, a não ser na rua do sr. João... Olhe que é capaz é, sim senhor! O Justino, não é?». A partir daí nunca mais se soube da pobre idosa ranholense, até ao passado fim-de-semana.

Pancrácia apareceu na rua de Belém, a deambular em farrados, semi-nua, apresentando pelo menos um sintoma de obesidade mórbida - obesidade. E tinha um aspecto mórbido... Chiça que a gaja é gorda!! Parecia um (censurado). Babava-se incontroladamente e de quando a quando soltava um aerossol intestinal que punha os cães da freguesia num raio de 5 km a uivar em uníssono. Alguns bandos de pombos morreram, o que levou a Inspecção Sanitária a ocorrer ao local, suspeitando de gripe das aves. «Afinal era só uma velha gorda», disse em comunicado à imprensa. «Só, é maneira de dizer. Que aqueles peidos eram imorais!»

Depois de recuperar do choque, Pancrácia começou a falar. «Liberdade! Liberdade!» gritava. A sra. Pancrácia desbobinou tudo o que tinha a dizer e quando acabou colapsou, desintegrando-se, e espalhando pela rua uma estranha papa branca, que veio a saber-se mais tarde tratar-se de nata pura, pasteurizada.

E o que revelou Pancrácia? Todos nós nos abismamos ao contemplar a grandiosidade das galerias dos Pastéis de Nata. Mas tudo aquilo não é nada comparado com a realidade oculta, a ser verdade o que nos foi revelado pela sra. Pancrácia.
Vou agora modificar ao de leve o meu estilo literário para transmitir quiçá um pouco melhor a sensação que tive ao conhecer As Revelações de Pancrácia...

DE MAGNO SPLENDOR NATA

PREFÁCIO

Que, arremessando assim sem redenção possível para as profundezas do abismo a sua alma imunda, não especule o ímpio mortal, na sua ignorância desprezível, acerca do que só os deuses congeminam nas alturas da sua santidade. Pois que no dealbar do Cosmo segredos se estabeleceram que por séculos se mantiveram, longe da mancha humana, na paz do desconhecido. Foi, pois, desígnio do Criador de todas as criaturas, que outras naturezas se fizessem, para O honrar e glorificar. E foi também seu desejo que estas coisas não lhe fossem reveladas, com símbolo do seu pecado, até que o tempo chegasse. Saiba, quem lê estas palavras, que à Treva somente está condenado todo o homem.

TOMO PRIMEIRO.

Da GÉNESE do PASTELÓFAGO.

Disse-o Simplício Ptolomaico da civilização pastelécia que "outra naum ha que a supere em sciencia, e no conhecimentos das cousas dos homens e das gentes, e nas artes da guerra, e de outras virtudes que se achem e sobre as quais se possam comparar, nenhuma outra ha sido descoberta." Tais nobres qualidades se devem ao centro sobre o qual orbita esta sociedade. O pastelófago nutre a filosofia dos sábios e incute-lhes a moral necessária à regência do povo. Este deve-lhes tudo e tudo fará que obeceça aos seus nobres desígnios pois que "o que naum foi abençoado com a santidade do
pastellofagus naum merece a vida nem taum poco a piedade dos homens." O Sagrado Segredo Alquímico foi outrora investigado pelos primeiros pastelécios aos quais pelos deuses foi revelado. Foi Pastélio, aliás Pastélis, aliás Pastellonium, o grande rei dos pastelécios, quem se provou digno, por pelejar contra os impuros, de subir ao Monte para das mãos do Senhor receber o Açúcar Sagrado. O conhecimento dessas propriedades está na origem da sua superioridade e mantém-se nas castas mais altas da hierarquia pastelécia. O nome do Real Segredo não deve ser jamais pronunciado pela prole. Aos membros menos dignos das castas superiores está reservado somente poder de invocar o PI, que é a porta para a Revelação.

TOMO SEGUNDO
Da HISTÓRIA dos PASTELÉCIOS

Foi no interior do Monte da Vida que os primeiros pastelécios se vieram a fixar. Depois de ter recebido o Açúcar Divino, Pastélis ofertou em holocausto a sua filha, Canélia. Das cinzas do corpo da Virgem nasceu a Árvore do Saber, cuja casca perfumada é sagrada para os pastelécios. Pastellis, o Primeiro, é o presumível autor do LIVRO DO PI que se perdeu depois da Primeira Guerra do Pi. O seu conteúdo foi preservado por alguns magos e alquimistas que tentaram, sem sucesso, recuperá-lo. Diz-se que Pastellis é o Primeiro Pipista, ainda que disso não haja certezas. É pois possível que o Pipismo seja obra divina e não de Pastellis.

POSFÁCIO
Adverti o ímpio e o nobre, o puro e o pecador, a virgem e a meretriz, que não verdade senão a que o Pi revela. Tremei, povos, sob o braço de Pastélio.
Esta foi a revelação de Pancrácia. Pancrácia, antes de explodir, entregou-me uns papéis - em breve publicarei o Grande Livro de Pastélio, que, reza a lenda, foi escrito pelas mãos dos magos depois da Primeira Guerra do Pi. Revela parte da história do Pipismo, uma filosofia mística que ainda vou ter de investigar. Explica ainda como nasceu Pastélio e qual a sua história. Foi só lendo o Grande Livro de Pastélio que fiquei a saber, sem margem para dúvidas, o Fabuloso Destino de Pancrácia, que se não perceberam, ainda não conhecem. Mas vocês leram isto de todo?!?!

A pedido de alguns

É suposto não falarmos muito do

BUDA

porque o Pipismo tem mais para oferecer. Assim, o

BUDA

vai passar despercebido por uns tempos.

PS:

BUDA

O que está escrito, escrito está

As profecias do Pipismo são para levar muito a sério.
_Deus escreveu, concretizou-se.

NFSEB!

Assim vale a pena!

Cuidado para não constipar o bichano...

sábado, outubro 22, 2005

Pipismo em Copenhaga

O Pipismo esteve no ar hoje no quinquagésimo aniversário do festival eurovisão da canção!

Os compositores e intérpretes de um dos nossos hinos ganharam o magnífico 1º lugar com outro dos seus temas: waterloo

Pi vivas para os ABBA

Viva
Viva
Viva
V

proposta de criação do Alto Comissariado para a Protecção dos Recém-Encartados e Originalidade nas Metáforas

Cá está ela.

sexta-feira, outubro 21, 2005

Eu quero ou não quero ser pipista

Piparabéns ao Pipismo

Recordação do memorável repasto, fica aqui a memória de um pibolo
Image hosted by Photobucket.com

Beijos & abraços
Beijos & abraços
Beijos & abraços
Beij

EUA vs China CDXIX - O conflito PiPista

A Guerra Fria PiPista:

"...the United States and other countries would like to know why the Chinese government has understated its defense spending. He mentioned no budget figures, but the Pentagon said last summer that China may be spending $90 billion on defense this year - three times the announced total."

Os meus nºs apontam para mais para 3.141593 vezes, mas com uma certa margem de erro. Mas há mais:

"...Pentagon budget for the year is $419 billion, not including $50 million that Congress is likely to add [for the war in iraq, afghanistan and the war on terror worldwide.]"

Eu fico curioso: 50 mil milhões eles dizem para que é, 419 não dizem...
Mas isto ainda é mais PiPista (PiPitista, na minha opinião) se considerarmos isto:

Washington -- Considering total trade of goods (exports and imports), China became the United States' third-largest trading partner in 2004 at $231.4 billion, behind only Canada and Mexico and well ahead of the fourth-largest partner, Japan, according to the U.S. Department of Commerce.

E o reverso da moeda:

"[China's] Exports - partners:
US 21.1%, Hong Kong 17%, Japan 12.4%, South Korea 4.7%, Germany 4% (2004)
Imports - partners:
Japan 16.8%, Taiwan 11.4%, South Korea 11.1%, US 8%, Germany 5.4% (2004)"

Consequentemente, um ataque de um ao outro era o colapso de ambas as economias.

Acusações dos EUA à China. Manobras navais ao largo de Taiwan. Que fantochada. PiPitistas, PoliPiPipuputiraniamistas, sempre a contar estórias de embalar aos carneiros a que chupam o sangue.

Uns e outros, 'tão todos ao mesmo.

Fico revoltado, é claro que fico revoltado!

Viva a RPPP!

quinta-feira, outubro 20, 2005

Desilusão

Desilusão, tristesa, sofrimento, dôr.

Falsidades, e hipocrisias. Um código de linguagem, em que os subentendidos não ficam ditos.

E perguntas que queria fazer e não fiz.
Como se este palhaço não estivesse cheio de curiosidade.

Mas se tiver nova oportunidade, vai ser tudo igual ao que foi.

ºggj~rehõijhftmºtwkºljwº~çjhaçº~jadfhçfj.

É a força do Pipismo!

quarta-feira, outubro 19, 2005

Babel Fish: novamente a bombar no Pipismo

Quando a tinta e a pena nas mãos dos homens inscreveram seu formulário pelo besouro P junta o alteron que o deus slaughtered toda a estabilidade que nenhum olho poderia sempre embeber em todos os lugares você anoint no entanto para vê-lo de uma vez nós necessitamos somente o prodginy geométricos da infinidade O do neath do ponto 30 que o cabem para dentro oh assim firmemente com os triângulos que sentem assim direitos (3.14159265358979323846264338327950288419716939937510582097494459) Para sempre a harmonia constante diz distante enquanto a disciplina o patron Saint da imperfeição nos livra de nosso sin e se nossos tendências e intellect encontrarem nosso assoalho final então homens souberem a morte do deus onde a maravilha estava antes Yeah, eu sei esta merda do math para trás e envío-a a verificação para fora dos Bi-bi-di-bi-bi-di-di Eu fiz três pintainhos então I apontado na menina da porta A inscrita dentro de modo que feito lhe quatro que eu agarrei uma vez viessem dentro uns outros cinco adicionassem ' em todo acima e esses os makes nove a idade média 26.5 agora que é o que eu me chamo gettin ' algum pi cinco dos pintainhos desgastassem 6-inch os saltos dois dos nove guinchados como os selos 514 fossem o código de área Quebeque, Canadá meu domicílio da janela e meu 1.3 milhão chalet Pi do dólar para trás, o pi enviasse, toda a noite e o dia inteiro 3.141592653589793238462643383279502884197169399375105820974944592307816406286208998628034825342117067982148086513282306647093844609550582231725359408128481117450284502(fade para fora)

segunda-feira, outubro 17, 2005

Música do Pi

Aqui está ela. Tem clip e tudo.

Se alguém gostar pode também ver a música dos ângulos aqui.

É uma pena não ter encontrado a letra da música mas encontrei um site com várias letras de músicas sobre o Pi. Andam aí muitos músicos pipistas à distância de um clique. Já agora, falando em músicos pipistas, aproveito para dar os meus parabéns aos Lixo Podre pelo excelente concerto que deram na Grandiosa Almoçarada Pipista algures entre a banda de abertura e a banda de fechadura.

PS: 120.

Adenda: Já agora deixo também a verdadeira música do Pi. Podem sacar o mp3 aqui.

Competição

Muito ao estilo do pipismo. Podem começar a treinar.

domingo, outubro 16, 2005

Transecender o Pipismo é alcançar o Pipismo

Cerca de 30 minutos antes da hora combinada um raid de espionagem passou pelas redondezas do ponto de encontro. O Pipismo está a triunfiar e muitos interesses instalados preocupam-se (ou não...) com essa situação. Mas a força do Pipismo é tal, que até entre esse raid de espionagem se podia facilmente sentir a Fé pipista.

Às 21h e PI minutos partimos, conforme havia sido escrito, para celebrar o PIVERSÁRIO (o dia em que o Pipismo não fazia PI anos) com uma grandiosa almoçarada na marisqueira chinesa, onde éramos esperados por uma série de Profetas e fiéis.

Compareceu o cosmonauta, o milton (ou não...), o armakaú, o Kurtz, o Persona, a paw, a Margovia, o Bladerain, o Nunananá, o elias_moss (nossa mais recente aquisição - transferência milionária), a Jo, o Dudu das Montanhas, o Francisco Burnay, e _Deus estava com eles.
Além disso, estavam presentes 8 incontornáveis fiéis à causa do Pipismo, criando uma proporção Pipista entre fiéis e sacerdotes.

Entre brindes Pipistas e um bolo de PIVERSÁRIO com PI velas, a refeição foi muito agradável. Duas raparigas brasileiras estavam muito interessadas em saber o que era o Pipismo, para assim o espalharem pela América Latina, tal como um senhor Argentino. Todos foram esclarecidos que "quanto menos souberem sobre o Pipismo, em melhores condições estarão para o espalhar". Assim sendo, graças à algarviada incongruente que demos como explicação (e, em boa verdade, a explicação não podia ser outra) podemos contar que o Pipismo se vá espalhar pela América Latina a uma velocidade avassaladora (em verdade vos digo que me foi confiado que ele já lá está muito prresente, nos mais diversos aspectos, mas isso só prova a máxima Pipista "o tempo é uma ilusão")

Os Lixo Podre actuaram, num concerto underground que passou despercebido para a maior parte dos convivas. Só os mais atentos se aperceberam da presença da banda e conseguiram descortinar a música de Lixo através do ruído de fundo.

No Karaoke cumpriu-se a tradição: cantou-se o "Dancing Queen", cantou-se o "Born to be wild" ao som do "Barbie Girl" e o "Barbie Girl" ao som do "Born to be wild", cantou-se o "Final Countdown", cantou-se o "You Don't love me anymore" do Yankovic, e, por fim, o Raposódia Boémia dos Rainha. Nesta +ultima música, todos os convivas do jantar estavam no palco, tendo como público as cadeiras, criando assim um belo espectáculo Pipista.

Depois do jantar, umas voltinhas por Lisboa (bem Pipistas, por sinal, atendendo às voltinhas em concreto). Encontrámos uma bomba com um horário de atendimento Pipista:

Abertura 00h00
Fecho 24h08

Após nos reabastecermos de combustível nessa bomba (cerveja, claro!), fomos para o miradoro de Sapadores. Um contínuo de um estabelecimento escolar próximo, assustado com a nossa presença inquietante e perturbadora, tentou comunicar em código com os seus colegas: "são verdes e azuis". Algo que foi deslindado como querendo dizer: "Perigosos Pipistas em concentração próxima. Eu também adoro o Pipismo, e uso por isso um código Pipista para comunicar, mas sinto que não sou digno de estar com eles, e reajo com medo e confusão a essa situação."

Depois dançámos ao som do telemóvel da Margovia, experimentando os diferentes toques. Nunananá sugeriu saír do miradouro em frente, já que a sua casa era "mesmo ali" (deambulou-se um pouco sobre as falhas no sistema pedagógico relativo à condução automóvel, e na forma como os medos e as falhas de preparação dos professores de condução conduzem a esse espaço desaproveitado nos telhados), mas, apesar do apelo emocionante, essa ideia não chegou a ser concretizada. Fica para a próxima. Tal como as fotos.

terça-feira, outubro 11, 2005

Está Escrito

Sagrada Profecia da Grandiosa Almoçarada Pipista

Está escrito que quinta-feira, dia 13 de Outubro de 2005, às 20h30 da noite, vários profetas do Pipismo se encontrarão no bar de civíl do IST para uma amena conversação. Está escrito que vários chegarão atrasados, e que, por volta das 21h00 todos os que lá estiverem ignorarão os atrasados e peregrinarão em direcção à Marisqueira Chinesa, onde serão esperados por outros profetas e crentes do Pipismo às 21h15.
Está escrito que o programa de festas será cumprido, que o Pipismo será debatido, entendido, assimilado, compreendido, esquecido, relembrado, festejado, comemorado, adorado, odiado, louvado e glorificado. Está escrito que ocorrerão PI brindes ao Pipismo e às Pipizadas que hã de vir.
Está escrito que Lixo Podre cantará, que se beberá, que se comerá, que Pipizar-se-á.

segunda-feira, outubro 10, 2005

Palavras de Sabedoria - I

Um dia Tokusan disse ao discípulo Ganto: «Tenho dois monges que estão aqui há muitos anos. Vá e examine-os»
Ganto pegou num machado e foi à cabana onde os dois monges meditavam. Ergeu o machado dizendo: «Se disserem uma palavra cortarei as vossas cabeças; e, se não disserem nenhuma palavra, também cortarei vossas cabeças»


-----------------------
Respostas quase-mas-não-pipistas para o desafio aos monges:

-«Duas palavras»
-«Três palavras servem?»
-«Quatro palavras está bem?»
-«Me...»
-«...ia»
-----------------------

Ambos os monges prosseguiram a meditação como se ele nada houvesse dito. Ganto baixou o machado e disse: «São verdadeiros discípulos do Pipismo». Voltou a Tokusan e relatou o incidente.
«Vejo bem o seu lado», concordou Tokusan, «mas diga-me: como é o lado deles?»
«Tozan pode admiti-los», respondeu Ganto, «mas não devem ser admitidos sob Tokusan»

domingo, outubro 09, 2005

םיפירקופא

Apócrifo: adj., diz-se dos escritos sem autenticidade comprovada;
na crítica literária moderna, obras cujas alterações não foram feitas pelo autor ou cujo autor, local ou data não são os verdadeiros;
que não é autêntico;
suposto;
secreto.

wiktionary

Originalmente: do Grego apo (longe) creifos (escondido), na tradição Judaico-Cristã, é o nome dado a textos, que apesar de contemporâneos e de estilo semelhante, não são canónicos (não oficiais). Antónimo de Apocalipse.


Deixo-vos aqui com um texto dum PiPista dos inícios do Séc. 5 a.C., que se afirmava anti-messiânico.


Caminho para o Armagedão: Solução Final.

Estás mal?
Sê O Mal;

Homicida:
Parricida,
Matricida,
Fratricida,
Filicida.

Comete tudo quanto é Pecado Mortal.
Termina pela Gula:
Sê canibal.
E, no fim,
Acabarás com O Mal.

sábado, outubro 08, 2005

got milk?


O Povo É Quem Mais Ordenha. E diz,


"O Grande Pipi está Em nós."

O Povo assim ordenhou - está ordenhado.


segunda-feira, outubro 03, 2005

presenças eleitorais

Se este comuna não é O Demo em pessoa, não sei quem será (e não vale responderem "FELGUEIRAS!!!", essa é previsível...).

the circle is complete

Now, we are the masters of the universe!

Come, digere, caga, come, digere, caga, come, ...






Eclipsei-me

Almoçarada Pipista

Importa celebrar o Piversário do Pipismo.
Impõe-se uma farta almoçarada e o mais completo, gostoso e magnificiente banquete: um verdadeiro festim, no qual os iluminados profetas do Pipismo manifestarão a sua augusta majestade e radiosa presença, comendo em comunhão com os míseros mortais e na sua companhia mútua.

Estão assim convidados todos os autores do Pipismo e amigos do Pipismo.
A Almoçarada Pipista será na Marisqueira Chinesa pelas condições logísticas que proporciona para a realização de cantoriais rituais. Além disso, existe uma surpresa inesperada que nenhum de vocês estará à espera: os LIXO PODRE (talvez) actuem (ou não...).

A Almoçarada Pipista terá lugar na próxima 6ª feira.
Para saber mais pormenores, tenham fé e falem com _Deus.

O programa inclui:

-duras críticas ao Pipitismo
-apedrejamento simbólico de um espantalho pipitista
-leitura de um poema a ridicularizar o Pipitismo
-riso conjunto com anedotas nas quais os pipitistas são a anedota
-manifestação de raiva e ódio contra o pipitismo
-e, mais importante: não perder tempo (um segundo que seja) com o asqueroso Pipitismo!

DESCOBRI!

É mesmo verdade...

domingo, outubro 02, 2005

Centelha Pipista

"Não é que eu odeie o Pipismo. Estás a ver...: as afirmações podem ser verdadeiras ou falsas. E depois há aquela coisa que está no meio, na fronteira. O que eu acho do Pipismo é isso."

Dark Reviwer

Lixo Podre

LIXO PODRE: uma banda higiénica.

A sua discografia é podre, a sua música é lixo. Lixo podre é uma banda coerente e alternativa.
O público tem aclamado LIXO PODRE, acolhendo em júbilo todas as músicas que os LIXO PODRE têm apresentado.

Eu próprio não sou indiferente a LIXO PODRE. Devo dizer que vibro com as músicas que tocam, e que aguardo ansiosamente pelo seu próximo álbum (um passarinho do mundo editorial (ou não...) confessou-me que se vai chamar "Isto é LIXO PODRE").

Deixo-vos aqui o último sucesso de LIXO PODRE:

Guiados pelo Lixo

Guidados pelo lixo
Prá Licxeira eu vou
E sigo pelo cheiro
Pra encontrar o odor
Guidados pelo lixo
Prá Licheira eu vou
Pra onde ele vai
Pra onde ele vai

(Bis)

Se o Lixo me diz "amigo,
deixa tudo e vem comigo"
Como posso resistir
Ao seu odor
Ao seu odor

Se o Lixo me diz "amigo,
deixa tudo e vem comigo"
No lixo rebolarei
O lixo é Rei
O lixo é Rei

Guidados pelo lixo
Prá Licxeira eu vou
E sigo pelo cheiro
Pra encontrar o odor
Guidados pelo lixo
Prá Licheira eu vou
Pra onde ele vai
Pra onde ele vai



PS- Os membros da banda, João Vasco e Margovia, têm uma presença em palco fora do comum

sábado, outubro 01, 2005

Αποκάλυψη Iluminado

Apocalipse = revelação, do Grego.

Vamos analisar o pensamento de um Iluminado:
A Fénix começou a mandar vir comigo.
Vlad Tepes IV deixou de mandar vir comigo.
Os comentários ao meu, brilhante, artigo que contém as minhas observaçãos físicas e mentais sobre Vlad Tepes IV vieram d'A Fénix.
Hipótese: A Fénix é Vlad Tepes IV?
Vou ver o profile d'A Fénix.
O Profile d'A Fenix tem foto.
(Pondo os óculos e aproximando os olhos). É a mm foto de Vlad Tepes IV.
Conclusão: Vou desmascarar este palhaço, humhaha, muahaHA, MUAHAHAHA*tosse, engasga-se, etc*

Analisemos agora o pensamento de uma pessoa normal:
1. A Fénix começou a escrever no PiPismo.
2. A Fénix não está no fim da lista de PiPistas.
Conclusão: 3. A Fénix não é nova, é alguém que mudou de nome.
4. Vlad Tepes IV desapareceu da lista.
Hipótese: 5. A Fénix é Vlad Tepes IV?
Prova: 6. Os artigos escritos recentemente por Vlad Tepes IV estão agora assinados por A Fénix.
Conclusão: 7. A hipótese posta em 5 é verdadeira.

Iluminado, ou não... Se calhar é uma velinha daquelas de 1 cm de altura, para bares. Um dia talvez mude para uma lâmpada de 15 Watts de incandescência.
Ou não. O mais provável é que a vela se apague.
Ou não, pq o mais certo é já estar apagada, no meio daquela cera toda.

(Artigo escrito em conjunto por Vlad Tepes IV e A Fénix.)