sexta-feira, abril 29, 2005

Comunicado Importante - Deposição do Buda

É em nome do Bloco Central do PPP que vos revelo que

O Buda é um traidor!!

Ele não é nem nunca foi nosso Mestre nem Guia.
Foram encontrados documentos comprometedores (cf. XXX + YYY = ZZZ) que provam inequivocamente que Buda é uma fachada pipitista. Provou-se inclusivamente que Buda mantinha contactos com Anita, com a qual confessou manter relações sexuais de moralidade questionável. Buda chegou mesmo a aliciar as mentes puras dos pipistas para o deboche. A lista de crimes hediondos de que é acusado inclui:

  • Deturpação da Verdade Pipista;
  • Tentativa de boicote à liderança do PPP;
  • Suborno sexual;
  • Difamação;
  • Heresia doutrinal;
  • Prática de canibalismo.

Ele é um falsário, um mentiroso, um porco e um depravado doentio!!
Foi por isso condenado pelo Soberano Tribunal Pipista a ser deportado para o Dubai, onde será condenado a prisão perpétua por consumo de estupefacientes.

O BCPPP adiantou ainda o cancelamento do projecto de clonagem prometido - este foi na realidade engendrado por Buda numa tentativa de controlo mundial. A misteriosa subsecção 3.14 tratava-se de um exército de cerca de 70 milhões de homens. Todas as secções serão enviadas para retiros de aposentação pipistas, onde viverão em Paz para sempre. Os que a isso se recusarem serão imediatamente fuzilados por traição. Não obstante o exército será mantido para efeitos de manutenção da paz.
Novos candidatos já se predispuseram para serem clonados. À espera de aprovação encontram-se Zazie, pantagruel, cristão-racionalista, Jetro Junior e guru.

ATENÇÃO: Se surgir algum indivíduo a escrever neste blog com a alcunha de Buda, não se assustem. Trata-se apenas de um pipitista mentiroso a aproveitar-se do nicho deixado pelo Pérfido Buda enquanto este não for devidamente saneado.

Desenvolvimentos desta notícia serão divulgados no Canal Pipista.
E lembrem-se: Todos os pipistas são iguais, mas uns são mais pipistas que outros.

segunda-feira, abril 25, 2005

Cagar de Alto

Se bem me recordo, na ocasião que tive para trocar uma ou outra palavra contigo - ainda hei-de castigar o cabrão que isso permitiu - notei que a tua enorme cabeça - tal é a presunção - me chegava ao ombro.

Presumes que andei a apanhar pielas, a cair pelos cantos, entre outros. assumpção mais errada não podia haver; simplesmente achei que não devia mais dar azo a pessoas idiotas, por conseguinte tu. Mas não sei porque arte ou ardil, conseguiste que aqui voltasse e perdesse mais um pouco do meu tempo, porque outra expressão não poderia ser mais correcta, perder tempo.

Divertes-te com piadas mesquinhas e desengraçadas; no momento em que deixares de olhar para o teu umbigo verás, infelizmente, que o mundo é povoado de ombros e peitos, pois a tua altura, ao olhar de frente, não permite olhar mais alto; não só tão baixo, como consegues, mais uma vez não sei porque arte ou ardil, ter daquelas palas que os jericos usam.

Adiante. Não pretendo voltar a entrar em discussões estéreis, daquelas que tanto gostas de promover; acredita, por muito que me custe a admitir, são um insulto à tua inteligência.
Já pensaste em crescer? E não me refiro em centímetros...

domingo, abril 24, 2005

O Milagre da Vida

(é favor ler ao som de "Amazonian Sounds" ou semelhante)

Passadas algumas semanas da valente piela que catalizou a sua hibernação, Buda oxigena o cérebro por momentos longos apenas o suficiente para, depois de mais uma metamorfose canabinoidogénea, se descrever a ele próprio como «gordo, Buda e fresco que caga rente». Assim que sai para fora do casulo preocupa-se imediamente com a sua alimentação. Canabívoro, o Buda (buda pipisticus ssp. obesus) abre a sua boca para caralho, de onde se liberta uma pestilência característica com que marca o território. Defeca onde pode, preferentemente na blogosfera, cagando rente: senta-se no mato com o traseiro bem paralelo à erva e liberta a sua cloaca, celebrando assim a tradicional cerimónia "sinete no lacre".

Esta criatura é única! A única que, ao contrário das outras, devia estar em vias de extinção. Por muito que se divulgue as suas características gastronómicas parece não haver ninguém disposto a entranhá-lo. Salvo algum tibetano bêbado, farto de testículos de lhama.

Esqueçam lá isso do tibetano...

Enfim...

Antes gordo, Buda e fresco que caga rente como metro e meio e uma só sobrancelha de um lado ao outro da cara.

Enfim, suponho que para muitos essa seja uma receita deveras boa. No entanto permite-me alguns reparos: essa receita não é muito boa para o hálito, já viste a quantidade de cebola e alho. Depois não dizes como elaborar o recheio. Assim é feio, acho que todos temos direito a poder cozinhar um Buda à vontade.
No entanto não deixa de ser uma receita interessante. Se alguma vez encontrar um Buda, espero não me esquecer de o comprar para cozinhar.

Próximo volume, como cúzinhar um Burnay, espécimen raro e ofensivo para o toque palativo.

terça-feira, abril 19, 2005

domingo, abril 17, 2005

Na Cozinha com o Pipismo

Buda recheado à moda do Aníbal.

Ingredientes:

4 cebolas;
1 bolbo de alho;
1 dl de azeite;
3 maçãs;
1 Buda fresco;

Pegue-se um Buda bem ganzado e bem gordo e pregue-se-lhe os membros posteriores ao chão. Alimente-se a fast-food durante um mês.

Quando estiver a rebentar pelas costuras, sangre-se o bicho até parar de guinchar e chamusque-se o animal numa pira, entoando o Hino Pipista.

Remover as tripas - intestinos, bexiga, rins e mioleira - porque dão mau sabor. Remova-se-lhe o fígado que deve estar bem inchado. Corte-se em fatias finas e frite-se em azeite com a cebola e o alho. Juntar sal q.b.. Juntar o preparado no 1-2-3 com as maçãs e picar tudo.

Rechear o Buda com o preparado e assar no espeto.

Servir com batatas a murro, acompanhado de uma bizorga que se pareça vagamente com vinho.

www.EssayGenerator.com

An essay on canibalism

'Brilliant', 'Quite Good', 'What?', these are just some of the comments made recently in the press regarding canibalism. I really, really like canibalism. Until recently considered taboo amongst polite society, it is yet to receive proper recognition for laying the foundations of democracy. It still has the power to shock socialists, many of whom fail to comprehend the full scope of canibalism. In the light of this I will break down the issues in order to give each of them the thought that they fully deserve

Social Factors

Society is a simple word with a very complex definition. Upon Peter Pinkleton-PishPosh's return to Britain he remarked 'class will refelect the inner hero' [1], he borrowed much from canibalism. More a melody to societies dysfunctions than a parody of the self, canibalism is quite good.

Of paramount importance to any study of canibalism within its context, is understanding the ideals of society. If society has a favourite child, it is canibalism.

Political Factors

Politics has in some areas been seen to embrace an increasing ananiathesis of intergovernmentalism leading to neo-functionalism. Comparing international relations since the end of the century can be like observing canibalism now, and its equivalent in the 1800s.

It is always enlightening to consider the words of the star of stage and screen Demetrius Shandy 'People in glass houses shouldn't through parties.' [2] One cannot help but agree when faced with canibalism, that this highlights an important issue. I feel strongly that if politicians spent less time thinking about canibalism and put more effort into their family life, that we would have a very different country.

I hope, for our sake that canibalism will endure.

Conclusion

To conclude, canibalism may not be the best thing since sliced bread, but it's still important. It enlightens our daily lives, it stimulates and statistically it's great.

As a parting shot here are the words of super-star Beyonce Schwarzenegger: 'Oooh yeah canibalism shoo badaby dooo.' [3]


[1] Flankton - The Complete History - 1999 Fantastico Publishing

[2] Shandy - Ice Cold - 1994 Pitter Patter Publishing

[3] Sham Magazine - Issue 124 - Monkey Books

sábado, abril 16, 2005

O Homem Gazela

O autor do fabulástico Homem-Aranha criou outros personagens fabulosos. No entanto, nem todos tiveram o sucesso que mereciam.

É o caso do incrível Homem-Gazela...

Lutando por um mundo melhor, e por erva fresquinha, o Homem-Gazela saltita alegremente, cumprindo a sua missão.

Os seus arqui-inimigos, o Homem-Leopardo e o Homem-Seca-na-Savana fazem-lhe a vida difícil, mas nada o demove.

É precisamente por achar que “o homem-Gazela é o meu heroi” que considerei a hipótese de aparecer no teste de TMF vestido como Homem-Gazela: uns corninhos, uma capa, um fato acastanhado, que impusesse o poder do homem-Gazela para quem quer que para ele olhasse. Apresentar-me-ia ao professor como sendo o Homem Gazela e diria que a minha missão é lutar contra o crime e fazer o exame de TMF, pelo que ele só tinha de colaborar, dando-me uma nota razoável.

Por outro lado, haveria sempre a hipótese de, juntamente com o Rui Franco, o Vovin e outros alunos dessa cadeira, vestirmos todos o fato de Homem-Gazela e formarmos o “Gazela-Squad”.
Cada um faria um exercício do exame diferente, e a meio do exame utilizaríamos o poder de “transmofar”, que consistiria numa dança ritual entre nós, durante a qual, à vista de toda a gente, trocaríamos os exames uns dos outros, para assim podermos “fazer o exame em equipa”. Uma verdadeira equipa invencível o “Gazela Squad”.

Infelizmente a ideia só ocorreu no próprio dia do exame, e não houve tempo para confeccionar os fatos de homem-Gazela. Apesar de não podermos contar com os magníficos poderes do homem-Gazela, todos nós fizémos a cadeira de TMF.

É sempre tempo de recordar esse velho dito Pipista:

“TMF é interessante, TMF é divertido”

É e não é...

quarta-feira, abril 06, 2005

A Holanda é Pipista

A Capital da Holanda é Amsterdão.
O governo da Holanda está sediado em Haia.
Define-se por Capital a cidade onde o governo de um estado está sediado.

Desta forma:

Haia é a Capital da Holanda, e não é.
Amesterdão é a Capital da Holanda, e não é.